Teradata fecha com Microsoft para novas opções de nuvem híbrida

Cloud

A Teradata, provedora de soluções analíticas, fechou um acordo com a Microsoft para a disponibilização do Teradata Database no Azure no primeiro trimestre de 2017.

Este lançamento ampliará a oferta para os utilizadores de big data, disponibilizando mais opções de tipos de nuvem que suportam o software Teradata. A intenção é combinar o software de data warehouse da Teradata com a agilidade e elasticidade dos serviços de nuvem do Azure, para que os utilizadores possam concentrar-se no negócio sem se preocupar com a administração e manutenção de uma infraestrutura física local.

“Os melhores players de nuvem híbrida do mercado irão oferecer suporte amplo e multi-plataforma, o que irá possibilitar as empresas usarem o ambiente de nuvem de acordo com suas necessidades reais, independentemente do tamanho ou frequência de uso necessário”, afirma Doug Henschen, vice-presidente e principal analista da Constellation Research. O especialista refere que as organizações que optam pela implantação de sistemas em nuvens híbridas estão a resolver os seus problemas e a ganhar flexibilidade. 

Também uma recente pesquisa realizada pela Teradata indica que mais de 90% dos seus clientes irão empregar um ambiente híbrido até 2020, usando recursos locais e de nuvem no seu ecossistema analítico. A mesma pesquisa indicou que 85% dos clientes querem consumir pelo menos parte das suas análises num ambiente de SaaS (software como serviço).

“A Teradata acredita que os clientes merecem um bom desempenho e escalabilidade de dados, independentemente da escolha na forma de implantação”, opina Chris Twogood, vice-presidente de marketing de produtos e soluções da Teradata. “Expandir as nossas opções de sistema em nuvem para um dos principais provedores de nuvem pública, o Microsoft Azure, permite-nos oferecer uma flexibilidade de implantação inédita, possibilitando a oferta de um software completo da Teradata em todas as plataformas”, argumenta.

O Teradata Database no Azure irá oferecer autoatendimento, aprovisionamento em menos de uma hora, serviços “pague conforme o uso” e integração com uma ampla variedade de ferramentas de software Azure e Teradata. Também estará disponível o serviço de backup (e consulta de dados) através do Azure Blob Storage, com fácil integração entre os softwares.

“Neste mundo orientado pelos dados, o interesse nas análises está num patamar histórico”, disse Steven Guggenheimer, vice-presidente corporativo e evangelista-chefe da Microsoft. “Os clientes do Microsoft Azure reconhecem o valor que deriva dos dados e estão sempre à procura de novas soluções analíticas, como o Teradata Database, que permite inovação constante ao mesmo tempo que otimiza a utilização de recursos e simplifica a supervisão de gestão”.

A plataforma estará disponível no Azure Marketplace. Os clientes que já estão familiarizados com o software podem fazer a instalação e iniciar o uso em cerca de uma hora. Já os utilizadores que que ainda não estão familiarizados com a nuvem e ainda não sabem como aproveitar todo o potencial dessa tecnologia para obter resultados positivos de negócios podem utilizar os Serviços de Gestão e de Consultoria da Teradata, obtendo assim assistência na criação e implantação desse software no Azure.

O Teradata Database no Azure, assim como os Serviços de Gestão e de Consultoria para Azure estarão disponíveis globalmente no primeiro trimestre de 2017. O Aster Analytics no Azure deverá estar disponível no segundo trimestre de 2017.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor