Tencent e IBM assinam parceria cloud

Business IntelligenceCloudData-StorageNegócios

A Tencent revelou hoje que vai unir forças com a IBM para desenvolver um novo negócio de software cloud para consumidores corporate, o que evidencia o redirecionamento da empresa chinesa para um dos setores com maior força na indústria da Internet da China. Tendo ganho a sua fama com o lançamento da aplicação de mensagens

A Tencent revelou hoje que vai unir forças com a IBM para desenvolver um novo negócio de software cloud para consumidores corporate, o que evidencia o redirecionamento da empresa chinesa para um dos setores com maior força na indústria da Internet da China.

180254-the-ibm-logo-is-seen-outside-the-companys-offices-in-petah-tikva

Tendo ganho a sua fama com o lançamento da aplicação de mensagens instantâneas WeChat, a Tencent afirmou que o seu segmento cloud alvejará agora pequenas e médias empresas alojadas nas indústrias da Saúde e das “cidades inteligentes”.

Muitas são as empresas que querem deitar a mão ao mercado de software empresarial da China, que deverá registar uma crescimento acentuado nos próximos anos, reflexo das campanhas, levadas a cabo pelas empresas, de modernização das operações de TI e de migração dos dados para a cloud.

A aliança da Tencent com uma empresa como a International Business Machines – que alberga uma vasta experiência de fornecimento de serviços de computação e consultoria a clientes corporativos – munirá a empresa chinesa das necessárias armas para esgrimar com a titã Alibaba, que tem procurado fortalecer a sua campanha de investimentos em serviços cloud.

A gigante do comércio digital tem estado a construir, a passo lento, o seu braço cloud, que no segundo trimestre de 2014 conseguiu apenas gerar 38 milhões de dólares em receitas.

Sem avançar quaisquer pormenores relativamente aos termos financeiros acordados, a Tencent disse que a IBM proporciona-lhe o conhecimento da indústria e o alcance necessários ao seu crescimento na esfera cloud.

Por seu lado, a IBM vê nesta parceria a possibilidade de restaurar a sua força – ou pelo menos parte dela – no mercado chinês. Esta aliança somente a mais recente de uma série de parcerias que a IBM tem traçado com empresas chinesas de software.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor