TELUS adota solução de small cells da Alcatel-Lucent

NegóciosOperadoresRedes

Uma parceria entre a Alcatel-Lucent e a Qualcomm resultou numa solução de small cells que será, agora, implementada na TELUS, operadora canadiana. Esta tecnologia permite melhorar os níveis de conectividade e desempenho através de ligações de rádio de baixa energia. A Enterprise Small Cell, solução da Alcatel-Lucent para aumentar os níveis de eficácia das conexões,

Uma parceria entre a Alcatel-Lucent e a Qualcomm resultou numa solução de small cells que será, agora, implementada na TELUS, operadora canadiana. Esta tecnologia permite melhorar os níveis de conectividade e desempenho através de ligações de rádio de baixa energia.

Radio station

A Enterprise Small Cell, solução da Alcatel-Lucent para aumentar os níveis de eficácia das conexões, será utilizada pela TELUS tendo em vista a disponibilização de um sistema de conectividade adequado a operações de grande dimensão.

A operadora canadiana quer que os seus clientes possam usufruir de uma cobertura de LTE, 3G e Wi-Fi de grande amplitude seja em edifícios de escritórios ou em centros comerciais. Ibrahim Gedeon, responsável pela divisão de tecnologia da TELUS, explica que “os clientes da TELUS esperam e merecem uma experiência de utilização rápida e fiável, onde quer que estejam e de que forma estejam ligados à nossa rede.”

Este tipo de soluções é cada vez mais exigido pelos clientes dado o aumento do número de pessoas ligadas em simultâneo à mesma rede, originada, por exemplo, na banalização dos dispositivos móveis inteligentes. A Enterpise Small Cell foi desenvolvida em conjunto com a Qualcomm e lançada, no final do último ano, para responder precisamente a esse desafio.

Alex Giosa, presidente da Alcatel-Lucent Canadá, afirma que “a rede LTE de hoje baseia-se principalmente em ambientes exteriores, tornando a cobertura dos interiores dos edifícios num verdadeiro desafio”. É por isso que a utilização de ligações de rádio de baixa energia pode ser uma das soluções para os congestionamentos de rede ao fixar-se no teto dos espaços em causa.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor