Telecom Italia aposta no desenvolvimento da LTE-A

4GMobilidadeOperadoresRedes

A operadora Telecom Italia está, até ao fim do mês, a utilizar a cidade italiana de Turim como palco de demonstrações da inovadora rede LTE-A, o mais recente desenvolvimento no âmbito da tecnologia 4G. Conhecida como LTE-Advanced (LTE-A), esta nova rede oferece downloads com uma velocidade na ordem dos 180 megabytes por segundo, valor que

A operadora Telecom Italia está, até ao fim do mês, a utilizar a cidade italiana de Turim como palco de demonstrações da inovadora rede LTE-A, o mais recente desenvolvimento no âmbito da tecnologia 4G.

telecom italia

Conhecida como LTE-Advanced (LTE-A), esta nova rede oferece downloads com uma velocidade na ordem dos 180 megabytes por segundo, valor que representa quase o dobro da velocidade que hoje se alcança.

Esta celeridade é conseguida através do recurso a tecnologia de carrier aggregation, característica da LTE-A, que combina comprimentos de onda de 1800 MHz e de 2600 MHz para que, desta forma, se alcance uma maior largura de banda.

Turim não foi escolhida aleatoriamente para acolher as demonstrações da rede LTE-A, pois é nesta região que se localizam os centros de Pesquisa e Desenvolvimento da Telecom Italia e foi também nesta cidade que foram lançadas as maiores inovações de conectividade da empresa, desde a 3G em 1999 até à LTE em 2009.

No entanto, de momento a nova rede não está ainda distribuída, mas ainda no final deste ano a Telecom Italia Mobile deverá lançar a sua LTE-A.

Para que se possa tirar o máximo partido da capacidade da rede que virá revolucionar as telecomunicações, os utilizadores têm de munir-se de dispositivos que possuam tecnologia compatível com esta nova versão da LTE. O fabricantes sul-coreanos foram os pioneiros do desenvolvimento e lançamento de produtos compatíveis com a LTE-A, como o Samsung Galaxy S5 e o LG G3.

No outro lado da moeda temos os operadores europeus que são mais receosos no que toca à implementação da nova rede, embora já se tenham realizado alguns testes em França, no Reino Unido, na Alemanha e na Bélgica.

A unidade italiana da Vodafone, concorrente direta da Telecom Italia Mobile, liderou também, no início de 2014, um teste da tecnologia, planeando em 2015 lançar a sua própria rede LTE-A.

Segundo as palavras do diretor tecnológico da Telecom Italia, Roberto Olipio, as velocidades de 180 Mbps são somente o começo, afirmando que o desenvolvimento e crescente adoção da tecnologia carrier aggregation fomentará o aparecimento de velocidades bastante maiores nos próximos anos.

Atualmente a TIM cobre cerca de 56 por cento da população de Itália, mas a empresa espera, até ao fim do ano, consigir abrangir 60 por cento de toda a nação italiana, mediante um plano de investimentos de 900 milhões de euros em banda-larga móvel de alta velocidade.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor