Tele2 considera venda de ativo na Noruega

EmpresasNegócios

A família Stenbeck, de origem sueca pondera a venda da sua companhia telefónica Tele2 AB de origem norueguesa depois da perda do espectro wireless no país. A empresa ABG Sundal Collier Holding ASA foi contratada pela Tele2 para proceder à avaliação de opções estratégicas na Noruega, incluindo um potencial encerramento. Outra opção a ser considerada é

A família Stenbeck, de origem sueca pondera a venda da sua companhia telefónica Tele2 AB de origem norueguesa depois da perda do espectro wireless no país.

1 (1)A empresa ABG Sundal Collier Holding ASA foi contratada pela Tele2 para proceder à avaliação de opções estratégicas na Noruega, incluindo um potencial encerramento.

Outra opção a ser considerada é o estabelecimento de uma parceria que permita manter o negócio. O milionário de origem ucraniana Len Blavatnik, proprietário da Acess Industry Holding ganhou em dezembro passado espectro para a quarta geração de rede na Noruega.

O chefe executivo da Tele2, Mats Granryd, salienta não estar satisfeito com os resultados da companhia, no entanto pretende continuar as operações na Noruega com as frequências existentes.

A ações da companhia telefónica aumentaram 2,1 pontos percentuais para 79,9 coroas (cerca de nove euros). Paralelamente, as ações desceram o,5 por cento  em Estocolmo, o que valorizou a companhia em 35,2 mil milhões de coroas (cerca de 3,97 mil milhões de euros).

A família Stenbeck, dirigente da Tele2,  a partir da Investment AB Kinnevik, tem vindo a investir mais em companhias online . Após a venda da Tele2 russa, bem como a queda das previsões do ano passado, Kinnevik Stenbeck sublinha a possibilidade de desinvestir numa das maiores apostas da sua família.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor