Tecnologia será apresentada a raparigas entre os 13 e os 17 anos

CiênciaInovação

A 5 de maio decorre no Porto o evento ‘Tecnologia: o teu futuro?’, um evento gratuito promovido pelas Geek Girls Portugal.

A 5 de maio decorre no Porto o evento ‘Tecnologia: o teu futuro?’, um evento gratuito promovido pelas Geek Girls Portugal, para incentivar jovens mulheres a abraçarem a área das tecnologias de informação, setor em que existe uma vasta oferta de empregabilidade mas baixa representação feminina.

O evento contará com testemunhos de mulheres profissionais na área das tecnologias de informação, workshops de programação de apps para telemóveis, criação de sites e usabilidade para a Web, e a oportunidade para Encarregados de Educação e educandas ficarem a conhecer a oferta de formação e saídas profissionais do setor.

Segundo dados do Pordata, a taxa feminina de diplomadas no Ensino Superior em Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) em Portugal foi, em 2015, de 18.5%, correspondendo a apenas 956 mulheres. Na atual conjetura económica há já uma grande escassez de recursos humanos em Portugal e na Europa nesta área. No futuro, espera-se que para colmatar as necessidades crescentes no mercado de trabalho seja necessário formar mais homens e também mulheres para diferentes perfis de emprego na área tecnológica.

“Há ainda um longo caminho a percorrer na mobilização de raparigas para uma carreira no setor das TIC. Apesar de serem fortes utilizadoras de tecnologia, as raparigas optam por carreiras noutras áreas, influenciadas por estereótipos e por uma baixa representatividade de mulheres no setor”, afirma Vânia Gonçalves, fundadora da comunidade Geek Girls Portugal que está a dinamizar este evento.

Fundada em 2010, a comunidade Geek Girls Portugal é a primeira comunidade portuguesa que reúne mulheres que trabalham em TIC. A sua missão foca-se no apoio, capacitação e progressão profissional de mulheres na área tecnológica. E é neste contexto que esta rede de mulheres organiza este evento — para sensibilizar, capacitar e incentivar jovens raparigas a adotar uma carreira na área tecnológica, dotando-as de ferramentas e dando-lhes a conhecer a diversidade de perfis e carreiras, para que no futuro existam mais mulheres nesta área. “Este evento vai ser mais focado em envolver os Encarregados de Educação e em capacitar as raparigas de competências com paralelo com o mercado de trabalho, do que as sessões de apresentação de carreiras na área da tecnologia que já vimos a dinamizar em escolas”, acrescenta Vânia Gonçalves.

O evento tem o alto patrocínio da Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade e conta com o apoio de várias empresas do setor tecnológico fortemente implantadas na região Norte, como a Critical Manufacturing, Eurotux, Elo Sistemas de Informação, Critical Software, Doist, BindTuning e Ubiquity. Conta ainda com o apoio da Associação para a Promoção e Desenvolvimento da Sociedade de Informação (APDSI). A participação no evento é gratuita, mas está sujeita a candidatura até 15 de abril.