Taiwan quer expulsar Uber da ilha

Negócios

O Ministério dos Transportes e das Comunicações (MTC) de Taiwan disse que o serviço Uber viola as leis vigentes, e assegurou que intenta bloquear o acesso ao website e à aplicação da empresa norte-americana. Um oficial do MTC, Liang Guo Guo, avançou hoje que o Uber possui somente uma licença para prestar serviços de informação,

O Ministério dos Transportes e das Comunicações (MTC) de Taiwan disse que o serviço Uber viola as leis vigentes, e assegurou que intenta bloquear o acesso ao website e à aplicação da empresa norte-americana.

uber

Um oficial do MTC, Liang Guo Guo, avançou hoje que o Uber possui somente uma licença para prestar serviços de informação, pelo que, ao fornecer serviços de transporte, está em incumprimento da lei.

O responsável afirmou que o serviço poderá continuar a operar o seu serviço de táxis na República da China se obtiver a devida licença, embora a empresa não tenha ainda revelado de que forma planeia recuperar a legalidade das suas operações no país.

Esta revelação surge apenas como mais um dos obstáculos que têm flagelado o caminho da Uber. A startup tem sido alvo de múltiplas proibições em várias cidades do mundo e foi também acusada de utilizar indevidamente informação dos seus utilizadores. Depois de um dos seus condutores na Índia ter sido preso pela alegada violação de um dos seus passageiros, a empresa norte-americana tem estado sob as luzes da ribalta.

Não obstante, a Uber tem conseguido atrair investimentos, tendo a mais recente aposta sido lançada pela empresa da esfera chinesa da Internet Baidu.

Liang Guo Guo disse que, depois desta semana, a Uber poderá enfrentar coimas de até 95 mil dólares por transgressões que incluem a operação de um serviço de transportes sem estar na posse da devida licença. A empresa está a contestar as multas em tribunal, depois de ter pago já cerca de 4,75 mil dólares.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor