direito a ser esquecido

Google e UE em braço de ferro pela privacidade

A União Europeia quer que a privacidade dos utilizadores seja uma prioridade em todos os domínios Google e não apenas nos europeus. Para isso, o chamado “direito a ser esquecido” deve ser estendido para lá das fronteiras europeias e os resultados de pesquisas devem ser eliminados. A Google continua a desafiar as diretrizes da União Europeia

Google efetivou mais de metade dos pedidos para apagar links

A Google revelou à União Europeia que eliminara já as hiperligações respeitantes a mais de 50 por cento dos pedidos que recebera relativamente ao “direito a ser esquecido”. Um representante do colosso tecnológico disse hoje aos reguladores da UE, num encontro em Bruxelas, que somente desde o dia 18 julho havia recebido mais de 91

Google restaura links para artigos do The Guardian

A Google já restaurou algumas das hiperligações para artigos do jornal The Guardian, depois da eliminação dos links ter sido severamente criticada. “Alguns dos artigos do The Guardian, mas não todos, que haviam sido ocultados dos seus resultados de pesquisa estão agora a reaparecer”, avançou Hayley Dunlop, porta-voz do The Guardian News & Media. A

Google deu início à eliminação de resultados de pesquisa

A Google deu hoje início ao processo de eliminação de alguns dos seus resultados de pesquisa, alinhando-se com o decreto da União Europeia emitido em maio que deu aos cidadãos o “direito a serem esquecidos” e a pedirem aos motores de busca que excluam das suas bases as hiperligações que possam, a ver dos requerentes, conter informações pessoais