cibersegurança

ransomware_segurança

SophosLabs revela que nenhuma plataforma é imune ao ransomware

O mais recente SophosLabs 2018 Malware Forecast, relatório que sumariza a atividade de ransomware e em outras tendências de cibersegurança com base na informação recolhida de computadores de clientes Sophos em todo o mundo, mostra que os sistemas Windows foram os mais atacados nos últimos seis meses, mas que as plataformas Android, Linux e MacOS não estão imunes.

cibersegurança

Carreira em cibersegurança pouco interessante para jovens mulheres

No início deste ano, a Frost & Sullivan previu uma escassez de 1,8 milhões de profissionais da área de cibersegurança até ao ano de 2022. O Global Information Security Workforce Study (GISWS) chegou recentemente à conclusão que a situação se agrava pelo facto de as mulheres representarem apenas 11% da atual mão de obra desta área. Agora, a Kaspersky Lab lançou as conclusões de um novo estudo, na tentativa de compreender o porquê de tão poucas mulheres escolherem trabalhar neste sector.

seguranca5-684x513

Kaspersky lança curso online de cibersegurança para especialistas em TI

De acordo com o Relatório Económico de Segurança TI da Kaspersky Lab, uma em cada duas empresas está preocupada com a falta de conhecimentos de cibersegurança por parte dos seus colaboradores. Um dos fatores responsáveis por esta estatística perturbadora é a falta de conhecimentos básicos de especialistas de suporte de TI sobre ferramentas de segurança de informação. Para ajudar as empresas a fortalecer a sua primeira linha de defesa, a Kaspersky Lab apresentou o seu primeiro curso online dirigido a administradores e equipas de suporte TI.

avast

Web Summit: Machine Learning ajuda a melhorar a cibersegurança

Garry Kasparov e Ondřej Vlček da Avast falaram de Machine Learning aplicado à segurança. O antigo campeão de xadrez russo começou por dizer que é uma das poucas pessoas que já defrontou uma máquina e que a “inteligência artificial (IA) traz perigos e oportunidades.” Alías o executivo considera que devemos antes falar em “inteligência aumentada (augmented intelligence).”