Suse Enterprise Storage 5 promete reduzir custos para empresas

Data-StorageOpen-SourceSoftwareStorage

O novo armazenamento software-defined da Suse oferece maior flexibilidade, performance, novas funcionalidades de backup disk-to- disk e ajuda a reduzir custos das empresas.

A Suse lançou hoje o Suse Enterprise Storage 5 que oferece maior facilidade de gestão, performance melhorada e funcionalidades expandidas, que vão permitir  às organizações de TI acelerar a inovação e reduzir custos, ao transformar, de forma eficiente, as suas infraestruturas de armazenamento empresariais.

A solução é baseada na versão Luminous do projeto open source Ceph e é idealmente apropriada para compliance, arquivo, backup e armazenamento de dados em larga escala. Segundo a Suse, o Enterprise Storage 5 é a primeira oferta comercial para suportar o novo BlueStore backend no Ceph. 

O Suse Enterprise Storage agora disponibiliza uma solução de backup disk-to-disk eficiente e flexível que é escalável, auto gerivel, tolerante às falhas, sempre ligado e fácil de atualizar.  As aplicações de backup e arquivo da solução incluem o Veritas NetBackup, Commvault e Micro Focus Data Protector, assim como soluções de compliance como a iTernity. 

Outros benefícios deste lançamento incluem a capacidade de servir ambientes que requerem elevados níveis de performance através do novo armazenamento de backend BlueStore, oferecendo mais do dobro da performance das versões anteriores, assim como reduções significativas em latência I/O, gestão de cluster simplificada e orquestração através de integração de Salt melhorada.

Além disso, liberta a capacidade e reduz a pegada dos dados via compressão de dados BlueStore-enabled e aumenta a eficiência do espaço em disco através da possibilidade de apagar código para dispositivos replicados e dados CephFS.

Permite também menores custos operacionais com um interface gráfico avançado e expandido para gestão simplificada, através do sistema de gestão de armazenamento open source de última geração openATTIC.

O Suse  Enterprise Storage 5 oferece produção de suporte do Network File System (NFS) Gateway, exportando CephFS e RADOS object gateway (RGW) e possibilita que as aplicações de ficheiros legacy que necessitam de um interface de sistema de ficheiros possam aceder à cloud nativa Amazon S3 ou a dados Swift.

“A geração de inovação de infraestrutura empresarial é agora criada com base em open source”, disse Gerald Pfeifer, vice-presidente de Products and Technology Programs da Suse.

“A Suse é especialista em utilizar a inovação para criar soluções empresariais seguras que podem, quando combinadas com outras tecnologias, endereçar as necessidades dos clientes. Esta abordagem aplicada ao armazenamento software-defined possibilita soluções altamente escaláveis que reduzem radicalmente os custos de armazenamento em termos de capital e custos operacionais”,  acrescentou o executivo.

O Suse Enterprise Server 5 vai estar disponível no terceiro trimestre do ano.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor