Surface Pro e Surface Laptop chegam a Portugal

MobilidadePortáteisTablets

A Microsoft apresentou hoje, em Lisboa, os mais recentes membros da família Surface, o Laptop e o novo modelo Pro, a 5ª edição mas que deixa cair a numeração. A empresa anunciou que chegou à marca de 100 mil unidades Surface vendidas em Portugal e que, de acordo com números da GfK, esta gama já representa 1/5 da quota do mercado nacional premium.

André Cardoso, director executivo do segmento de Consumo na Microsoft Portugal, referiu que a empresa e o Surface foram um marco de “disrupção na computação pessoal”. O executivo afirmou que a identidade do Surface, para a Microsoft, está assente em 3 ideias. A invenção, pois os utilizadores são inventores, quer sejam designers, jornalistas, ou outro tipo de profissionais, a criação, “pois somos todos criadores irrequietos, quer na nossa vida pessoal, quer profissional”, e a imaginação. “Surface é não haver limites às nossa ideias“, disse o responsável.

Após o resumo da “marca” e história do Surface, seguiu-se a apresentaçao dos novos dispositivos e coube a Joana Pires, Diretora de Negócio de Windows e Surface, falar dos mais recentes elementos da “família”. A responsável indicou que a fabricante “quer juntar o melhor do software com o melhor do hardware para tornar as pessoas mais criativas e mais produtivas.”

Surface Laptop nasceu porque “há sempre algum consumidor que quer um simples portátil” e é feito em três materiais, alumínio, vidro e Alcantara, material usado na Formula 1, resistente à agua e a altas temperaturas. O teclado é revestido neste inovador material, o que lhe confere um toque muito agradável.

O computador tem um ecrã tátil de 13,5 polegadas com tecnologia PixelSense em Corning Gorilla Glass 3. O alto desempenho é assegurado por processadores Intel Core i5 e i7 de 7ª geração, com 4, 8 ou 16 GB de RAM e discos SSD de 128, 256 ou 512GB.

As colunas deste Surface estão debaixo do teclado, o que proporciona uma qualidade de som optimizada e uma melhor experiência, referiu Joana Pires durante a apresentação.

Outro dos pontos fortes do equipamento é a bateria que possui uma autonomia de 14,5 horas.

surface_laptop

Este dispositivo vem com sistema operativo Windows 10 S, que a responsável da Microsoft refere não ser uma “nova versão mas sim, uma configuração do Windows 10 Pro” otimizada para desempenho mais rápido. O SO é InstantOn, ou seja, abre instantaneamente, tem Windows Hello e full Office.

De acordo com o anunciado, o Surface Laptop está disponível a 15 de junho com um valor que começa nos 1169 euros.

O novo Surface Pro 

O novo 2 em 1  “parece  igual” ao seu antecessor “mas não é” dado que “foi redesenhado de dentro para fora e tem mais de 800 peças costumizadas”, afirmou Joana Pires. O novo Surface Pro é mais silencioso e as versões core m e i5 não têm ventoinha. 

O Pro dá primazia ao desempenho, como é habitual nestes modelos, e tem processadores Intel de 7ª geração (m3, i5 ou i7), com RAM de 4, 8 ou 16 GB e armazenamento interno SSD de 128, 256 ou 512GB.

A bateria dura até 13,5 horas, mais 50% do que o Surface Pro 4. O novo dispositivo alcança uma abertura de 165°, a que a Microsoft chama de “experiência Studio” proveniente do modelo Surface Studio. O ecrã é PixelSense de 12,3 polegadas sensível ao toque com resolução 2736×1824 pixels.

A grande novidade é que o Surface Pro terá conectividade LTE, o que significa que vai ter ligação 4G para “total produtividade em mobilidade.” No entanto, esta versão com opção extra só estará disponível no final do ano.

A nível de conectividade traz USB 3.0, leitor de microSD, Surface Connect, entrada para auscultadores,mini DisplayPort e entrada para capa. O equipamento tem Windows 10 Pro com 30 dias gratuitos do Office 365.

 

O Surface Pro terá, também, capas em Alcantara de várias cores, assim como diversos acessórios, sendo que funciona com o Surface Dial.

Outra novidade anunciada pela Microsoft é nova Surface Pen, a caneta inteligente que acompanha o Surface Pro e que tem 4096 níveis de pressão. A caneta é duas vezes mais rápida e precisa e tem uma latência de somente 21 milissegundos. Além do mais, tem funcionalidade Tilt, de deteção do ângulo de inclinação, para um sombreado mais natural. 

O Surface Pro estará disponível disponível, tal como o seu “irmão” a partir de dia 15 de junho, começando com um valor de 949 euros para a versão Core M e chegando aos 2549 euros na sua versão topo de gama com i7, 16G de RAM e 512 GB de SSD.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor