Surface Hub da Microsoft quer mudar as reuniões

EscritórioSistemas OperativosSoftware

Para otimizar a experiência do Windows 10 no mundo empresarial, a Microsoft desenvolveu o Surface Hub, uma superfície gigante criada a pensar em equipas de trabalho. As reuniões devem ser mais interativas, mais rápidas e, no final, disponíveis para todos. Um dispositivo com um ecrã gigante, de 84 polegadas e resolução 4k, e que permite

Para otimizar a experiência do Windows 10 no mundo empresarial, a Microsoft desenvolveu o Surface Hub, uma superfície gigante criada a pensar em equipas de trabalho. As reuniões devem ser mais interativas, mais rápidas e, no final, disponíveis para todos.

e7d3a1d8-5592-4f9d-ba89-9931617ebace800

Um dispositivo com um ecrã gigante, de 84 polegadas e resolução 4k, e que permite otimizar as interações entre equipas é a promessa da Microsoft em relação ao Surface Hub. A executiva da Microsoft, Hayete Gallot descreveu a nova superfície como um quadro branco onde é possível realizar atividades tão simples como escrever mas também recriar imagens, visualizar objetos em 3D e projetar qualquer conteúdo que esteja nos diversos dispositivos ao dispor dos utilizadores.

Contribuir para o brainstorming e para a interatividade nas reuniões é um dos objetivos e, para isso, é possível aproveitar todas as vantagens do novo sistema operativo Windows 10 mas também de ferramentas como o Skype for Business.

Com a utilização de sensores, conexão sem fios e Bluetooth, Hayette Gallot explicou que a lógica “aim back and touch back” é a pretendida, estando no foco a mobilidade e a rapidez com que são feitos os movimentos. Com este novo dispositivo, as reuniões deverão ser mais eficientes e com uma duração mais curta.

No final de cada reunião, as informações são partilhadas com todos os participantes e com apenas um clique, a apresentação ou sessão é terminada para começar uma nova com uma folha branca disponível.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor