Surface 2 e Surface Pro nascidos para vender mais

Escritório

A Microsoft apresentou ao mercado português os novos Surface, com uma estratégia de venda alargada ao meio empresarial. É impossível saber se o Surface vendeu e venceu no território nacional. A subsidiária portuguesa da Microsoft não revelou números de vendas das primeiras versões, o que permite obviamente um conjunto de especulações. Oficialmente, a casa portuguesa

A Microsoft apresentou ao mercado português os novos Surface, com uma estratégia de venda alargada ao meio empresarial.

Surface2_1_Print copy

É impossível saber se o Surface vendeu e venceu no território nacional. A subsidiária portuguesa da Microsoft não revelou números de vendas das primeiras versões, o que permite obviamente um conjunto de especulações. Oficialmente, a casa portuguesa apenas menciona que “a venda do Surface em Portugal está dentro dos objetivos”. Nada mais. No entanto, “consta” que a campanha de regresso às aulas, que terminou no passado de 30 de setembro, teve êxito, sobretudo dada a natureza e qualidade do produto e a significativa baixa de preço.

Mas a gigante americana prossegue na sua estratégia e mantém o discurso de “empresa de fabricante de software e hardware”, apresentando agora uma nova versão do Surface com o claro objetivo de incrementar vendas.

A aposta para o reforço das vendas passa pela distribuição ao mercado empresarial, tendo para isso selecionado um conjunto de distribuidores de peso como a BizDirect, a ITEN, o Corte Inglês e a Insight.

Os dois modelos apresentados pela Microsoft Portugal serão comercializados a partir do dia 22 de outubro, tanto na loja online como nas principais lojas de retalho do país, que incluem a Fnac, Staples e a Worten. Ao canal de retalho juntam-se agora os já referidos revendedores para o canal empresarial: a BizDirect, a ITEN, o El Corte Inglés e a Insight, que oferecem serviços de valor acrescentado e suporte, de acordo com as necessidades das empresas.

Os novos modelos de Surface apresentam melhorias ao nível do processamento e autonomia, bem como no hardware, com novos ângulos do Kickstand que tornam a utilização do Surface ainda mais confortável.

A empresa advoga que a transferência de arquivos é até quatro vezes mais rápida, a duração da bateria aumenta agora para até 10 horas de reprodução de vídeo e a resolução das câmaras integradas, frontal e traseira, têm 3,5 e 5 megapixéis, respetivamente. Com um ajuste de imagem perfeito que tivemos oportunidade de testemunhar.

Adicionalmente, há uma nova gama de acessórios disponíveis com o Surface 2 e Surface 2 Pro: a capa tátil 2, “mais fina, leve e inteligente que a antecessora”. Com diferenças significativas na escrita e na utilização de algumas aplicações, como 1092 sensores nova capa tátil é de facto diferente, pode ser adquirida a partir de 124,99€; a capa teclado 2, disponível em duas novas cores – púrpura e magenta – e desenhada para ser ainda mais silenciosa, com um preço de venda ao público a partir de 134,99€; a capa energia, que aumenta em 50% a duração da bateria proporcionando uma utilização mais longa e que chega ao mercado a partir do início de 2 014; a Docking Station para Surface Pro, que possibilita a ligação de ambos os dispositivos aos periféricos do PC num único passo e que será comercializada também no início de 2014.

Nesta gama renovada estão ainda incluídos o carregador de automóvel com porta USB, que será comercializado a um preço de 54,99€; o adaptador sem fios para capas, que se liga de forma magnética a uma capa tátil ou teclado recorrendo a tecnologia Bluetooth, e que estará disponível a partir do início de 2014; e o Arc Touch Mouse Surface Edition, edição especial renovada com a imagem do Surface, que ao longo dos próximos meses chegará ao mercado.

O Surface 2 estará disponível nas versões de 32 e 64 GB, sendo comercializado a um preço recomendado de 439€ e 539€, respetivamente. Por sua vez, o Surface 2 Pro será comercializado nas versões de 64, 128, 256 e 512 GB, com um preço recomendado a partir dos 899€. O Surface 2 Pro 64GB apenas está disponível no canal de retalho.

Com as novas versões de Surface e a renovada gama de acessórios, parece que a Microsoft quer entrar na época natalícia preparada para vender mais dispositivos e com isso equilibrar os resultados com a venda destes equipamentos.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor