Suporte de Windows Server 2003 termina e Windows 10 recebe FIDO

EscritórioSegurançaSistemas OperativosSoftware

As empresas que ainda utilizem o Windows Server 2003 poderão ter de encontrar uma alternativa já que, a partir de julho, o suporte da Microsoft termina, cenário que poderá trazer problemas. No entanto, a empresa também anunciou a integração do sistema FIDO no Windows 10, em resposta às preocupações com a segurança. A partir de

As empresas que ainda utilizem o Windows Server 2003 poderão ter de encontrar uma alternativa já que, a partir de julho, o suporte da Microsoft termina, cenário que poderá trazer problemas. No entanto, a empresa também anunciou a integração do sistema FIDO no Windows 10, em resposta às preocupações com a segurança.

Windows-XP-Wallpapers-14

A partir de 14 de julho deste ano, a Microsoft deixará de prestar assistência relativamente a eventuais problemas encontrados no Windows Server 2003, notícia que poderá influenciar as atividades das empresas já que estas deverão encontrar uma solução de transição para outro sistema operativo.

Esta transição não é obrigatória mas é aconselhável já que todos os erros, falhas ou ameaças que sejam detectadas no Windows Server 2003, após o fim do suporte, não verão solução por parte da Microsoft. As empresas que ainda utilizem este sistema deixarão também de receber as habituais actualizações e alertas.

O Windows Server 2003 está disponível há 12 anos e desde o seu lançamento já registou dezenas de erros ou vulnerabilidades, problemas que caso se verifiquem depois de 14 de julho deverão implicar custos elevados para as empresas. A solução passa pela migração para uma versão mais actualizada e cujo suporte a Microsoft ainda garanta.

Esta atualização poderá significar uma melhoria nas condições das operações das empresas a vários níveis uma vez que, na última década, registaram-se diversas inovações tecnológicas que poderão conferir maior rapidez, segurança e produtividade aos negócios bem como o usufruto de ferramentas como o Office 365 ou o Microsoft Azure.

Os especialistas alertam para a urgência no início da transição, caso seja essa a decisão tomada, para que o processo esteja concluído a tempo de enfrentar o fim do suporte, em julho. De acordo com dados avançados pela Gartner, existem oito milhões de equipamentos a utilizar o Windows Server 2003 e, desses utilizadores, cerca de 20 por cento não estão preparados para atualizar os sistemas dentro do prazo aconselhável, já que o período de tempo habitual para efetuar esta transição varia entre 9 a 15 meses. Isto significa que as empresas que ainda não tiverem iniciado esta migração, têm maior probabilidade de não conseguir terminar o processo durante os seis meses que restam.

No entanto, se por um lado, a Microsoft termina o suporte a um sistema operativo ainda utilizado por milhões de pessoas deixando a porta aberta para inúmeros riscos e possíveis ataques de hackers, por outro, a empresa anuncia a integração do sistema FIDO no novo Windows 10.

FIDO, ou Fast Identity Online, é uma ferramenta que pretende promover a segurança dos utilizadores através do reforço dos meios de autenticação. Este sistema deverá substituir a introdução de palavras-passe, contribuindo para a proteção da identidade e fazendo face aos ataques informáticos que se têm vindo a generalizar.

A medida é apresentada após a presença da Microsoft na conferência promovida pela Casa Branca, na Universidade de Stanford, e cujo principal foco foi a cibersegurança.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor