Supercomputação exige novos Protocolos para Centros de Dados

CloudData CenterEmpresasInovaçãoNegóciosTecnologia Verde

As necessidades de potência e comunicações requeridos pelos computadores de alta performance ultrapassam em muito as de um computador standard, originando cargas e desafios substanciais para os profissionais das infraestruturas, à medida que os sistemas de computação de alta performance se tornam cada vez mais vulgares nas operações de Centros de Dados. Apesar do aumento

Opnião - Maria de Lurdes Carvalho-01As necessidades de potência e comunicações requeridos pelos computadores de alta performance ultrapassam em muito as de um computador standard, originando cargas e desafios substanciais para os profissionais das infraestruturas, à medida que os sistemas de computação de alta performance se tornam cada vez mais vulgares nas operações de Centros de Dados. Apesar do aumento da carga , o uso de computadores de alta performance pode contribuir para aumentar a eficiência do Centro de Dados.

Server room

Embora a maior parte dos computadores requeira 230 Volts para executar o seu trabalho, os supercomputadores de alta performance funcionam com uma tensão de 415V, dispensando assima utilização de unidades de distribuição de energia – PDU para a conversão do output do sistema de 415 volts para 230 volts, funcionando portanto, directamente com potência trifásica de 415 Volts.

Este tipo de instalação limita a secção dos cabos necessários e maximiza a potência disponível, o que confere aos profissionais destas instalações uma ajuda substancial na eficiência energética. Pelo facto das PDU terem um rendimento de 95%, a mudança para um fornecimento direto aumentará automaticamente a eficiência de uma infraestrutura

Pode parecer um contra-senso, mas as elevadas cargas associadas aos computadores de alta performance, ao fazerem crescer a quantidade de energia necessária, podem, de facto, fazer decrescer o PUE (Power Usage Effectiveness) e impulsionar a eficiência. A título de exemplo importa referir que uma carga associada a computadores de alta performance pode forçar a capacidade da UPS para o seu máximo, o que torna o modo de operação desta mais eficiente.

Os profissionais que trabalham nestas estruturas devem avaliar os requisitos das comunicações dos computadores de alta performance e ter em consideração a enorme quantidade de largura de banda larga que estes consomem.

Uma das soluções passa pela utilização do protocolo de comunicação InfiniBand, que para operar, utiliza o “switched-fabric topology”. Esta solução inclui conetores para a velocidade e redundância, bem como dispositivos de input e output, fornecendo até 2.5 gigabytes de fluxo de dados por segundo. O protocolo, que não é exclusivo do mercado de computação de alta performance, consegue suportar até 64.000 endereços de dispositivos e é concorrente dos sistemas Ethernet de 10 gigabit, conseguindo ambos comunicações mais robustas para Centros de Dados.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor