Startup chinesa salva Firefox OS após abandono da Mozilla

MobilidadeOpen-SourceSmartphonesSOSoftwareStartup
0 0 Sem Comentários

A startup chinesa Acadine vai continuar a desenvolver o Firefox OS, sistema operativo móvel lançado há dois anos que a Mozilla abandonou na semana passada, com uma versão própria denominada H5OS. Open-source, foi desenhado para desafiar o domínio bipartido de Android e iOS no mercado móvel e chegou a mais de duas dezenas de países.

A Mozilla anunciou o fim das parcerias com as operadoras móveis, apesar de garantir que irá fazer tudo para minimizar o impacto da decisão. A aliança com dezenas de grandes operadoras, desde Telefonica e Orange à Deutsche Telekom (a TMN também, na fase inicial), foram fundamentais na chegada do Firefox OS às mãos dos consumidores. Os modelos da Geeksphone chegaram a Portugal em meados de 2013 com preços abaixo dos 150 euros. ZTE, LG e Alcatel estão entre as fabricantes que também lançaram modelos com Firefox OS.

Agora é a vez de a Acadine tentar a sua sorte. A startup com sede em Hong Kong, que recebeu 100 milhões de dólares para desenvolver a sua versão do Firefox OS, tem estado a contratar engenheiros dentro da própria Mozilla. O CEO da startup, Li Gong, disse à CNET que a empresa já está a trabalhar com vários agentes do mercado. “Estamos a trabalhar com um bom número de parceiros que desejam um sistema operativo alternativo ao Android para porem nos seus dispositivos”, referiu o executivo.

Não é uma tarefa fácil. O Android tem 83% do mercado mundial, de acordo com os dados da IDC para o segundo trimestre do ano, e o sucesso do iPhone 6 e subsequentes não fez muito pelo iOS, que tem 14% de quota. O Windows Phone mantém-se abaixo dos 3% e o Blackberry OS está nos 0.3%. O Firefox OS, baseado em tecnologia web, não conseguiu atrair consumidores em número considerável – de resto, o mesmo destino de várias outras tentativas de expandir o mercado de sistemas operativos móveis. A finlandesa Jolla com o Sailfish, a Samsung com o Tizen, a Canonical com o Ubuntu, e a lista continua.

A Acadine tem, neste momento, 120 colaboradores, e o laboratório de desenvolvimento está sediado em Palo Alto, Califórnia. Ainda não há data prevista de lançamento dos primeiros smartphones com o “novo” Firefox OS.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor