STAR CCM+ da Siemens otimiza design de produtos

EmpresasInovaçãoNegócios

A versão mais recente do software da Siemens PLM Software, uma unidade de negócio da Siemens Digital Factory Division, para simulação multifísica e análise de fluidodinâmica computacional (CFD) inclui dois novos recursos integrados que permitem a exploração e a otimização do design de produtos de forma automática.

O STAR CCM+ 12.04, que integra o portfólio Simcenter, oferece dois novos recursos.  O Design Manager, que, segundo a Siemens, permite explorar facilmente as várias opções de design nas simulações CFD e o software STAR-Innovate, que usa a mesma tecnologia de otimização de projeto do software HEEDS. 

“Acredito realmente que as simulações de engenharia de apenas um cenário estão prestes a tornar-se uma coisa do passado”, indica, em comunicado, Jean-Claude Ercolanelli, Vice-Presidente Sénior de Gestão de Produtos da Siemens PLM Software. “Cada engenheiro que instalar o STAR CCM+ v12.04 pode agora realizar estudos de exploração de design com facilidade para descobrir designs melhores e de forma mais rápida”, acrescenta o executivo.

O uso de simulação para explorar o que é viável impulsiona a inovação, refere a empresa. Assim,  o Design Manager permite gerir processos e avaliação de desempenho, utilizando a plataforma combinada all-in-one, meshing automatizado e fluxos de trabalho direcionados para eliminar a complexidade e permitir o uso de simulações CFD que de outra forma não seriam possíveis. Além disso, automatiza a exploração sistemática de designs ao avaliar variações de geometria e condições operacionais.

Já a funcionalidade STAR-Innovate ajuda os utilizadores a realizar estudos de otimização com um objetivo único ou múltiplos objetivos para pesquisar de maneira inteligente o espaço de design. 

“O STAR CCM+ é o único produto com CFD multifísica que permite aos engenheiros realizar estudos de exploração de design com o apoio de uma ferramenta de otimização de nível industrial como o HEEDS”, revela Ercolanelli. “Com estas ferramentas, os engenheiros gastam menos tempo com a criação e o monitorização de simulações para se dedicarem mais à avaliação dos resultados e entender o que é um bom design. Este é um marco para a indústria” finaliza o responsável da Siemens.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor