Spotify apela ao cancelamento de subscrições feitas através do iTunes

EmpresasMobilidadeNegócios

O serviço de streaming sueco está a pedir aos clientes do seu pacote premium para pararem de pagar a subscrição através da loja online de apps da Apple. A empresa diz que a criadora do iPhone aumenta o preço do serviço em 30 por cento na sua loja online.

As animosidades começam a adensar-se no mercado do streaming de música, e a rivalidade entre o Spotify e a Apple é já bastante tangível. Lançado no dia 30 de junho, o Apple Music, a nova arma da tecnológica de Cupertino, surgiu como um concorrente direto e forte do Spotify.

Agora é a vez da empresa sediada em Estocolmo tomar o palco. De acordo com o The Guardian, o Spotify está a incitar os utilizadores do seu serviço premium, a 9,99 dólares mensais, a pagarem através do website spotify.com, em vez de recorrerem ao iTunes da Apple, que, diz a empresa, inflaciona significativamente o valor real do serviço, para 12,99 dólares.

O The Verge diz que o apelo foi seguido por um tutorial que explicava de que forma poderiam os utilizadores alterar o formato de pagamento do serviço.

Conta o website que a Apple poderá estar sob a lupa das autoridades reguladoras norte-americanas, sob suspeitas de exercer pressão sobre as editoras discográficas para obrigarem o Spotify a acabar com o seu serviço de música gratuito, uma das características que o demarca do Apple Music.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor