Sony quer cortar mil postos de trabalho

Negócios

A Sony irá reduzir o número de trabalhadores, como parte da estratégia para conseguir virar a empresa para terreno positivo novamente, após maus resultados. Fonte próxima da tecnológica confirmou à agência Bloomberg que serão despedidos mil trabalhadores. A empresa japonesa tem atravessado tempos difíceis, com a concorrência da Apple e da Samsung no mercado de

A Sony irá reduzir o número de trabalhadores, como parte da estratégia para conseguir virar a empresa para terreno positivo novamente, após maus resultados. Fonte próxima da tecnológica confirmou à agência Bloomberg que serão despedidos mil trabalhadores.

Sony

A empresa japonesa tem atravessado tempos difíceis, com a concorrência da Apple e da Samsung no mercado de smartphones.

Uma das estratégias passa por reduzir o número de trabalhadores para cinco mil: ou seja, mil funcionários serão dispensados.

A Sony quer reduzir o número de custos das operações para 30 por cento, até março de 2017. Outra das medidas que já está a a ser postas em prática é o término do desenvolvimento de smartphones para o mercado chinês – onde a Xiaomi tem crescido bastante – e a seleção dos modelos Xperia.

Por agora, as ações da empresa têm crescido, com valorizações de 13 por cento este ano. Mas isso parece não chegar, já que, no ano passado, a Sony reportou perdas no quarto trimestre sete vezes mais altas do que no mesmo período de 2013.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor