Sogepoc escolhe solução IFS para gestão agrícola

Software

A Sogepoc, produtora agrícola, quer unificar a gestão das suas empresas através de uma solução integrada que reduza custos e tempo. A plataforma IFS Applications foi a escolhida para gerir os negócios da divisão agropecuária. É cada vez mais recorrente a opção por soluções integradas que englobem numa só plataforma todas as aplicações de que

A Sogepoc, produtora agrícola, quer unificar a gestão das suas empresas através de uma solução integrada que reduza custos e tempo. A plataforma IFS Applications foi a escolhida para gerir os negócios da divisão agropecuária.

05_r2b006216_762x458

É cada vez mais recorrente a opção por soluções integradas que englobem numa só plataforma todas as aplicações de que as empresas necessitam para a gestão dos seus negócios e atividades. Em todos os setores, esta tem sido a aposta e a Sogepoc também anunciou uma escolha nesse sentido.

Esta produtora agrícola nacional selecionou a plataforma IFS Applications para unificar a gestão das suas subsidiárias da divisão agropecuária. O objetivo é claro e passa pela redução de custos e de tempo dispendido na organização das empresas, tornando-as mais eficientes e produtivas.

A IFS é especializada no desenvolvimento de software de gestão empresarial e tem na sua plataforma um conjunto de ferramentas que permitem reduzir os gastos tecnológicos já que a mesma plataforma pretende responder a todos os desafios.

Para além disso, a solução é flexível em termos de escala e adaptável, o que fará com que a plataforma seja mais tarde implementada nos outros países em que a Sogepoc opera. Por agora, a IFS Applications estará presente nas subsidiárias portuguesas mas o objetivo é estendê-la também a Espanha e ao Chile, de modo a sustentar o crescimento internacional da empresa.

Nos primeiros oito meses a solução será testada em apenas três subsidiárias e só depois será, então alargada aos restante negócios do grupo. Luís Ortigão Costa, administrador da Sogepoc explica que a “IFS Applications é uma ferramenta mais poderosa e ágil” relativamente às que tinham anteriormente e que “proporciona cobertura internacional e tem a flexibilidade” necessária para suportar o “crescimento futuro”.

Já Gustavo Brito, CEO da IFS Ibérica, afirma que este é um passo importante para a penetração da marca no mercado português e para “comprovar o sucesso da estratégia” que têm vindo a implementar. Este sucesso poderá ser a consequência de uma assistência de qualidade que, de acordo com Brito, passa pelo apoio fornecido por consultores experientes.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor