Softcard encerra no final do mês devido a acordo com a Google

e-Commercee-Marketing

O serviço de pagamentos móveis Softcard suspenderá as suas operações já a partir de 31 de março, deixando inativas as contas dos atuais clientes. A decisão chega depois da tecnologia da empresa ter sido adquirida, recentemente, pela Google. Já são conhecidos os vários problemas da aplicação desenvolvida pela Softcard e que possibilita o pagamento móvel de compras,

O serviço de pagamentos móveis Softcard suspenderá as suas operações já a partir de 31 de março, deixando inativas as contas dos atuais clientes. A decisão chega depois da tecnologia da empresa ter sido adquirida, recentemente, pela Google.

maxresdefault (2)

Já são conhecidos os vários problemas da aplicação desenvolvida pela Softcard e que possibilita o pagamento móvel de compras, entre eles a necessidade de obter um cartão SIM especial para o efeito e a quase obrigatoriedade de possuir uma conta pré-paga American Express para garantir fundos disponíveis.

Ainda assim, a empresa ganhou reconhecimento pela inovação do seu serviço, lançado ainda antes de um semelhante pela Apple, característica que lhe valeu o interesse da Google e a concretização de um negócio, no último mês que garantiu a transferência da tecnologia da Softcard para a Google.

No acordo, ficou também patente a obrigação da Softcard encerrar os seus serviços tornando a sua tecnologia exclusiva da Google. Por isso mesmo, a empresa de pagamentos móveis anunciou a suspensão da aplicação, a partir de 31 de março, e a desativação de todas as contas dos utilizadores.

Na mensagem colocada na página da empresa, a única solução apontada passa pela adesão ao novo serviço da Google através do download da aplicação Google Wallet. Contudo, para os utilizadores que adquiram um smartphone Android com, pelo menos, a versão KitKat do sistema operativo, no final deste ano, poderá já ser possível que o equipamento venha com a aplicação integrada.

Isto porque a Google fez um acordo com três das quatro principais operadoras norte-americanas para que o seu serviço de pagamentos móveis seja automaticamente pré-instalado nos novos smartphones distribuídos pelas mesmas.

A Softcard será, então, encerrada pondo fim à empresa detida em conjunto pela Verizon, AT&T e T-Mobile, numa altura em que a luta pelo mercado dos pagamentos em dispositivos móveis se torna cada vez mais renhida com nomes como a Apple como concorrente.

No entanto, a Google parece determinada em conseguir a sua quota do setor depois de ter apresentado no Mobile World Congress, o Android Pay, um sistema de pagamentos que deverá tornar as transações da Google Wallet mais seguras.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor