Singtel, Sony e Warner em serviço de streaming na Ásia

Negócios

HOOQ é o nome do novo serviço de streaming de vídeo anunciado pela Singtel, que se junta à Sony e à Warner para fazer concorrência ao Netflix. A Ásia é o mercado de eleição. A Netflix anunciou, recentemente, que os seus serviços deverão atingir a expansão global nos próximos dois anos, tendo Portugal na lista

HOOQ é o nome do novo serviço de streaming de vídeo anunciado pela Singtel, que se junta à Sony e à Warner para fazer concorrência ao Netflix. A Ásia é o mercado de eleição.

streaming-own-videos1(1)
A Netflix anunciou, recentemente, que os seus serviços deverão atingir a expansão global nos próximos dois anos, tendo Portugal na lista mas também o continente asiático. No entanto, quando alcançar os seus objetivos, poderá já não ser a primeira a empresa a fornecer um serviço de streaming de vídeo na Ásia.

A Singtel, empresa de telecomunicações de Singapura, anunciou uma parceria com a Sony Pictures e com a Warner Bros para a criação da HOOQ, uma startup com o objetivo de providenciar uma vasta seleção de filmes e outros programas em vídeo por streaming, especialmente focada no mercado asiático.

Quanto a datas oficiais de lançamento, ainda não foram reveladas informações, mas a Singtel afirma que o serviço estará disponível ainda no primeiro semestre de 2015, em países como a Indonésia, Filipinas, Índia ou Tailândia. A penetração do mercado deverá revelar-se relativamente fácil, já que o HOOQ beneficiará da rede com mais de 500 milhões de clientes da Singtel que abrangem também outros países como Singapura e Austrália.

De acordo com o Singapore Business Review, o negócio entre as três empresas terá atingido cerca de 20,4 milhões de dólares e garantido à Singtel uma parte de 65 por cento da startup. Tanto a Warner como a AXN, subsidiária da Sony, são donas de 17,5 por cento.

O modelo de pagamento a ser utilizado para aceder ao novo serviço não restringe os consumidores às transações via cartão de crédito, já que a extensa rede Singtel terá também um papel importante neste campo ao permitir que os utilizadores paguem, por exemplo, posteriormente, segundo as regras nos seus contratos de cartões de crédito.

A aposta em streaming de vídeo parte da constatação de que o mercado asiático está preparado para este tipo de serviços e de que existe uma efetiva procura, segundo Peter Bithos, o CEO da HOOQ, num comunicado. Explicou que estão a iniciar este projeto para “alterar o modo como as pessoas por toda a Ásia vêem o entretenimento” e que “hoje, nos mercados em desenvolvimento, há um acesso limitado a entretenimento de qualidade e transmitido diretamente para o ecrã escolhido”. A HOOQ é criada para preencher essa lacuna.

A programação vai contar com uma seleção de mais de dez mil filmes e séries que variam entre os êxitos de Hollywood e as preferências locais de cada país: de Harry Potter e Friends a filmes indianos e coreanos.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor