Siemens inaugura Industrial Cyber Security Operation Center em Portugal

CyberwarInovaçãoSegurança
0 6 Sem Comentários

A Siemens inaugurou, hoje, o seu mais recente centro de cibersegurança dedicado à indústria em Alfragide, na sede da empresa no nosso país. A cerimónia contou com a presença do ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral e do secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos.

O Industrial Cyber Security Operation Center  (CSOC) vem responder a uma das principais necessidades da Indústria 4.0  e vai ter a função de proteger as instalações industriais. Para tal especialistas de segurança industrial vão monitorizar, alertar sobre a existência de ameaças e incidentes e realizar contramedidas proactivas em indústrias espalhadas por todo o mundo.

Lisboa acolhe, assim, um centro estratégico que só existe em Munique, na Alemanha, e no Ohio, nos EUA, sendo que estes três pólos vão actuar em conjunto para melhorar a cibersegurança de todo o setor industrial. O CSOC de Lisboa, só por si, já analisa cerca de três milhões de ocorrências por dia.

Carlos de Melo Ribeiro, CEO da Siemens Portugal afirmou que “se Portugal quer investir na modernização da indústria, transformando-a numa indústria 4.0, temos que garantir que esta está protegida. Este Centro vem dar resposta a esta necessidade”.

A multinacional conta já com 23 Centros de Competência em Portugal sendo que o CEO da Siemens Portugal referiu, durante a inauguração de hoje, que o nosso país tem várias vantagens como “o clima, a capacidade de engenharia, de abertura e de trabalho” assim como pool de jovens talentos. “Com estes centros avançados já conseguimos ir buscar talentos portugueses que imigraram, ganharam experiência lá fora e que agora voltam porque têm um trabalho em perspetiva”, indicou, ainda, Carlos de Melo Ribeiro.

O executivo falou também da aposta na formação com a oferta de software e licenças às universidades portuguesas assim como às startups, de forma a acelerar o movimento da industria 4.0 em Portugal. “A formação é uma parte importantíssima”, acrescentou.

Recorde-se que a Siemens faz parte do Comité Estratégico da Iniciativa Indústria 4.0, lançado recentemente pelo Governo, que visa coordenar as atividades que ajudarão a posicionar Portugal na vanguarda da digitalização industrial.

O Secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos, explica que “para Portugal poder liderar esta revolução global de digitalização da Indústria, é tão importante desenvolvermos standards comuns e soluções de interoperabilidade, como assegurar a proteção de dados, a transparência e a privacidade da informação. As preocupações com a Cibersegurança têm de fazer parte da estratégia nacional para Indústria 4.0 desde a primeira hora, e queremos deixar isso bem claro ao realizar hoje, neste Centro de Cibersegurança para indústria, a segunda reunião do Comité Estratégico da Indústria 4.0”.

siemens

Durante a inauguração foi possível observar de perto impressoras 3D com tecnologia Siemens a funcionar e ver, ao vivo, um Maserati Ghibli, fruto do sucesso da implementação de processos de digitalização realizados em parceria com a Siemens. O Maserati é feito com recurso a máquinas com software da Siemens que aceleram o processo de produção. Por outro lado, a tecnologica alemã  ajudou o fabricante italiano a criar virtualmente o carro, a fazer simulações e testes que reduziram, em muito, o número de protótipos necessários antes do início da produção.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor