Siemens controla edifício de escritórios impresso em 3D

Negócios

No Dubai foi recentemente inaugurado o primeiro edifício de escritórios do mundo construído por uma impressora 3D. Com uma superfície de 250 metros quadrados, chama-se “Office of the Future” e foi construído utilizando uma impressora 3D que tem seis metros de altura, 36,50 metros de comprimento e 18,30 metros de largura, e está localizada perto das Emirate Towers no Dubai.

A tecnologia de edifícios instalada, que inclui sistemas de controlo de acesso e videovigilância, foi fornecida pela Siemens e está integrada numa plataforma centralizada de gestão do edifício, que assegura custos de operação mais baixos e um consumo de energia reduzido, garante a empresa em comunicado enviado à imprensa.

“Temos muito orgulho em fazer parte deste projeto pioneiro e de estar a apoiar a estratégia de Smart City de Dubai, fornecendo tecnologia de ponta para a automação e o controlo digital e inteligente de edifícios”, disse Matthias Rebellius, CEO da divisão Building Technologies da Siemens.

Os principais componentes do “Office of the Future” foram integrados com a ajuda da plataforma de gestão de edifícios Desigo CC da Siemens. Explica a empresa que a plataforma permite o controlo e a otimização da infraestrutura técnica do edifício, dos sistemas de videovigilância, de climatização e de controlo de acesso a partir de um local central. Perfeitamente customizada, esta plataforma visualiza o estado dos diferentes sistemas em tempo real, permitindo aos operadores a monitorização e o controlo minucioso do desempenho do edifício.

O “Office of the Future” utiliza um sistema de videovigilância da Siemens com câmaras de alta definição e acesso à web através de aplicações e clientes web. No mesmo comunicado, a empresa diz ainda que o sistema de controlo de acesso está baseado em dados biométricos e smart cards. “A Siemens também forneceu a tecnologia de deteção e proteção contra incêndios, de alarme e de controlo, incluindo detetores multisensores capazes de se adaptarem a ambientes em mudança, de analisar sinais de alarme falsos e proteger contra riscos tais como a presença de monóxido de carbono. Os sistemas podem ainda ser analisados, avaliados e diagnosticados remotamente para tornar a manutenção mais eficiente”.

Segundo a Siemens, a plataforma de gestão de edifícios Desigo CC também é capaz de gerir uma gama de sistemas de edifícios mais vasta, incluindo aquecimento, ventilação e ar condicionado, energia, iluminação e sombreamento, sendo os respetivos componentes adicionados quando os requisitos dos edifícios sofrem alterações. “As instalações da plataforma Desigo CC espalhadas pelo mundo todo levaram a reduções na ordem dos 20% nos custos de operação dos respetivos edifícios”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor