Shazam já vale mais de mil milhões de dólares

AppsMobilidadeNegócios

A aplicação móvel Shazam vale agora mais de mil milhões de dólares. Apesar de a empresa proprietária da app não ter revelado os investidores, sabe-se que a ronda assomou aos 30 milhões de dólares. A startup londrina, criadora da aplicação móvel que identifica conteúdos multimédia, desde músicas, a filmes e programas de televisão (que constem

A aplicação móvel Shazam vale agora mais de mil milhões de dólares. Apesar de a empresa proprietária da app não ter revelado os investidores, sabe-se que a ronda assomou aos 30 milhões de dólares.

shazam

A startup londrina, criadora da aplicação móvel que identifica conteúdos multimédia, desde músicas, a filmes e programas de televisão (que constem da sua base de dados), afirmou que o capital conseguido será aplicado no reforço da sua estratégia de expansão para novos mercados e na adição de novas funcionalidades à sua tecnologia.

O diretor executivo da Shazam, Rich Riley, no passado mês de julho, revelou as suas intenções de levar a empresa a público, acrescentando que poderia esperar-se uma OPA nos próximos anos.

Registando, todos os meses, mais de cem milhões de utilizadores ativos, a app possibilita também que os utilizadores saibam qual a música mais ouvida na sua zona. Além disso, a Shazam permite que os utilizadores possam comprar músicas através da app, que tem ligação direta aos álbuns da iTunes, da Google Play e da Amazon.com.

Em 2013, Carlos Slim, o magnata das telecomunicações da América Latina, investiu, através da sua empresa América Móvil, 40 milhões de dólares na Shazam. Assim, o multimilionário mexicano visava que todos os telemóveis vendidos da região LATAM viessem de fábrica com a app Shazam instalada.

A aplicação está disponível na App Store, Google Play e na Windows Phone Store.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor