Senado norte americano vota ruptura com Eugene Kaspersky

e-RegulaçãoEmpresasEspionagemSegurança

O Senado dos Estados Unidos aprovou ontem segunda-feira 18 de setembro um decreto de lei que proíbe a utilização de produtos da Kaspersky Lab. Eugene Kaspersky, fez saber que quer ir ao Senado para mostrar que não há razões para desconfiar em da sua empresa, mas será tarde de mais. A já conhecida desconfiança dos norte

O Senado dos Estados Unidos aprovou ontem segunda-feira 18 de setembro um decreto de lei que proíbe a utilização de produtos da Kaspersky Lab.

Eugene Kaspersky, fez saber que quer ir ao Senado para mostrar que não há razões para desconfiar em da sua empresa, mas será tarde de mais.

A já conhecida desconfiança dos norte americanos relativamente ao empresário russo não é nova mas desta vez ganha contornos institucionais e de lei.

Com 400 milhões de clientes em tudo o mundo este voto do senado americano pode colocar em causa a sobrevivência da empresa embora os seus executivos nos vários países se mantenham otimistas separando a atitude norte americana do resto do mundo.

Resta agora esperar que Eugene consiga de fato convencer os senadores norte americanos da sua verdade, caso consiga chegar a tempo, esta defesa no senado está dependente de um visto especial por parte autoridades norte americanas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor