Schneider termina implementação de centro de dados na Sagrada Família

CloudData Center

A Schneider deu hoje por finalizada a implementação de um centro de dados pré-fabricado na basílica da Sagrada Família, em Barcelona. Este projeto visa otimizar o controlo, a gestão e a segurança dos acessos dos milhões de pessoas que anualmente visitam o famoso edifício inacabado que foi considerado Património da Humanidade pela UNESCO.

Diz a tecnológica alemã que a Sagrada Família tinha necessidade de uma solução portátil, personalizada e flexível que lhe permitisse gerir de forma mais adequada o fluxo de visitantes, conferindo-lhes, assim, um maior nível de segurança e de controlo. Assim, a Schneider Electric converteu a sala de servidores da atração turística barcelonense num só data center.

O vice-presidente da unidade de estratégia e tecnologia de data centers da Schneider, Kevin Brown, diz que “Atualmente já não existe uma abordagem generalista ao design e à construção de um centro de dados. Para a Sagrada Família era necessária uma solução flexível e portátil, que fosse igualmente potente e capaz de responder às exigências específicas do seu negócio e a todas as necessidades que surgem com o seu crescimento”.

Tendo em conta que a construção da catedral é ainda um processo em desenvolvimento, a criação de um centro de dados no local era uma impossibilidade. Desta forma, a Sagrada Família, sob a orientação da Schneider optou por uma solução portátil, característica imprescindível num processo com estes contornos.

Este monumento histórico precisava, paralelamente, de aumentar a sua capacidade para suportar o sistema de bilhética recentemente instalado à entrada. E visto que a Sagrada Família recebe uma média de três milhões de visitantes por ano, o data center implementado pela Schneider vai também ser responsável pelo controlo de uma rede de mais de 250 câmaras de vigilância, posicionadas na periferia do edifício. O serviço de correio eletrónico corporativo e outras aplicações empresariais serão também acolhidos pelo novo centro de dados.

A solução da Schneider pode ser transportada facilmente, sempre que a necessidade surja, e obriga a requisitos mínimos de instalação, possibilitando o normal funcionamento das atividades e do próprio processo de construção.

“O modelo foi entregue no local com os bastidores, as UPS, o sistema de distribuição de energia, de arrefecimento e de gestão pré-instalados e prontos para serem implementados”, explica a tecnológica em comunicado, acrescentando que a estrutura do centro de dados foi concebida para atingir uma maior segurança e durabilidade, “com ligações elétricas e mecânicas que podem ser facilmente desligadas para serviços móveis para o módulo do data center e para os componentes interiores de toda a infraestrutura”.

A Schneider trem ainda a seu cargo o fornecimento de serviços de manutenção permanente, para garantir o devido funcionamento do centro, através do suporte de danos e reparação, monitorização remota, reposição de peças, deslocações e mão-de-obra.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor