Schneider Electric promove fórum dedicado à sustentabilidade da energia

EmpresasNegócios

A empresa multinacional de energia vai ser um dos principais promotores da segunda edição do Energy Access Investment Forum. Durante dois dias, Lisboa vai ser o local de debate de ideias, que visam a promover a gestão de energia no contexto empresarial.

O ARE Energy Access Investment Forum 2017 é organizado pela Alliance for Rural Electrification (ARE) e conta com o apoio da Energias de Portugal (EDP) e do Programa África-EU para a Cooperação das Energias Renováveis (RECP).

O evento, que terá lugar nos dias 22 e 23 de março, vai decorrer em dois locais diferentes. No primeiro dia vai ser na Sede da EDP no Parque das Nações, enquanto que o segundo vai ser no Centro de Congressos em Lisboa.

Como Platinum Sponsor e um dos membros da ARE, a Schneider Electric pretende realçar a importância das redes off-grid para o sucesso e eletrificação das áreas rurais. De acordo com o comunicado, a empresa apoia atividades de sustentabilidade económica e social, ao mesmo tempo que incluí e envolve as populações rurais em projetos que possibilitam a sua viabilidade a longo prazo.

“Na Schneider Electric assumimos um compromisso de energia sustentável. Os programas de Acesso à Energia que desenvolvemos promovem a sustentabilidade energética de aldeias e comunidades rurais, através de tecnologias eficientes e sustentáveis, fomentando a comunicação e cooperação entre stakeholders locais, incluindo residentes e clientes, proporcionando-lhes energia limpa e segura. Como tal, o nosso apoio a este tipo de iniciativas é indiscutível” explica João Rodrigues, Country Manager da Schneider Electric Portugal.

A segunda edição do Energy Access Investment Forum tem como objetivo discutir as condições de mercado, iniciativas políticas fundamentais e oportunidades de negócio para projetos de eletrificação rural.

Em simultâneo, serão premiadas as empresas, organizações e indivíduos que prestam um serviço de excelência no acesso à energia nas categorias de Organização Multilateral/Internacional, ONG e Fundações, Setor Privado em Países Desenvolvidos, Setor Privado em Países em Desenvolvimento, Governo em países em desenvolvimento e Melhor Projeto Off-Grid.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor