Schneider Electric apresentou EcoStruxure Machine na Interpack 2017

EmpresasInovação

A empresa Schneider Electric, especialista global em gestão de energia e automação, apresenta o EcoStruxure Machine, uma solução para máquinas de embalamento e sistemas de produção preparados para a Industrial Internet of Things (IIoT). Este avanço fornece visão e tecnologia para máquinas inteligentes e inovação ao nível do controlo de movimentos e robótica, o que traz benefícios durante o ciclo de vida da máquina.

O comunicado, feito hoje pela empresa, explica que este é um avanço significativo na capacidade da energética em ajudar os fabricantes de máquinas a delinear soluções para máquinas de embalamento, preparadas para a Industrial Internet of Things (IIoT).

O EcoStruxure Machine foi apresentado na Interpack 2017, feira líder em processos e embalagens que está a decorrer na Alemanha, e oferece soluções de máquinas inteligentes da Schneider Electric, desenvolvidas na arquitetura e plataforma de sistemas abertos e interoperáveis EcoStruxure, compatível com a IIoT.  Desta forma,  possibilita aos fabricantes de máquinas o desenvolvimento de equipamentos mais eficientes, flexíveis, melhor conectados e seguros através de tecnologias digitais avançadas e padrões abertos.

Inovação a Todos os Níveis, é o que oferece o EcoStruxure, contando com produtos ligados a controlo avançado e aplicações, analytics e serviços, assim como a arquitetura necessária para processos de produção e embalamento preparados para o futuro, desencadeando todo o potencial da IIoT e da Indústria 4.0 para fabricantes de máquinas na indústria de embalagens.

Relativamente ao nível de controlo avançado, o EcoStruxure Machine facilita a convergência das tecnologias de informação (TI) e tecnologias de operação (TO) nas plataformas standard da indústria, o que quer dizer que os fabricantes de máquinas adquirem benefícios a partir das interfaces web e cloud computing. Isto torna mais fácil a integração vertical das linhas de produção, a possibilidade de acesso a dados em tempo real, a monitorização e controlo a partir de qualquer local. Os benefícios dos produtos conectados para medição, atuação, nível de monitorização do dispositivo e controlo que se enquadram nos padrões abertos são oportunidades de integração inigualáveis e de maior flexibilidade. A digitalização exige aos fabricantes de máquinas pensar para além dos produtos e máquinas individuais, e a ter em consideração como toda a linha de produção se deve ligar em todas as fases do ciclo de vida de produção.

Ali Haj Fraj, Senior Vice President Machine Solutions da Schneider Electric, disse que “Atualmente, estamos a assistir a duas megatendências interligadas: a digitalização de todo o tipo de informação e o crescente uso da Industrial Internet of Things na produção – ambos estão a impulsionar a evolução das nossas tecnologias avançadas de máquinas e o desenvolvimento da nossa arquitetura EcoStruxure Machine com vista a desenvolver máquinas mais eficientes, flexíveis, conectadas e seguras”.

A Schneider Electric é um dos principais fornecedores do mundo de soluções de automação para máquinas de embalamento, com mais de 300 máquinas expostas na Interpack, desenvolvidas com a tecnologia de máquinas inteligentes da empresa. Na edição deste ano da feira internacional, a energética apresenta além do seu vasto portfólio de soluções e produtos de automação, as suas capacidades enquanto parceiro especializado para os fabricantes de máquinas.

O espaço da  empresa, que conta com uma vasta experiência e conhecimento em cada etapa dos processos de produção e embalamento, pode ser visitado no Hall 05, stand G22, Interpak 2017, onde estão todas as novidades e principais soluções de automatização para máquinas de embalamento.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor