Schneider anuncia parceria para melhorar custos operacionais das utilities

GestãoNegócios

A empresa apresentou recentemente funcionalidades das suas soluções de Gestão de Desempenho de Ativos (Asset Management Performance- APM) e anunciou uma parceria com a IPS Company Group, para responder plenamente às necessidades das APM das utilities de distribuição elétrica. O EcoStruxure Grid permite, assim, a gestão de milhões de ativos em infraestruturas de rede e um maior controlo dos custos operacionais.

As companhias de distribuição elétrica a nível mundial estão sob pressão as entidades reguladoras para controlar os custos, exigindo novas estratégias de investimento para otimizar o ciclo de vida expectável dos equipamentos elétricos à medida que implementam operações de manutenção mais eficientes.

“A combinação de complexidade e pressão de custos impulsiona a necessidade das utilities integrarem tecnologia operacional nas suas redes, que pode ajudá-las a passar de uma estratégia de manutenção reativa, para um modelo de manutenção totalmente preditivo e preventivo”, afirmou, em comunicado, Jérome de Parscau, SVP Energy Digital Solutions & Strategy da Schneider Electric.

A solução EcoStruxure Grid da Schneider Electric pode agora oferecer uma gestão sem precedentes de milhões de ativos em infraestruturas de rede, ao ampliar a sua experiência através da parceria, com o IPS Company Group, reconhecido pela sua solução especializada em gestão de desempenho de ativos para sistemas de energia elétrica.

Segundo a empresa, esta combinação de portfólios responde à procura crescente das companhias de distribuição elétrica. O IPY-SYSTEMS acrescenta, assim, ao EcoStruxure Grid a maior biblioteca técnica do mundo comprovada, relacionada com ativos novos e existentes, permitindo a configuração de alto desempenho, implantação rápida e facilidade de uso. 

Como tal, o Ecostruxure Substation Operation irá aumentar as suas capacidades de manutenção centrada nas condições, riscos e fiabilidade ao nível da subestação, integrando-se totalmente nas soluções empresariais das utilities. Esta inteligência integrada fornece um meio para diagnosticar o estado dos equipamentos críticos e evitar a manutenção ou tempo de inatividade desnecessários.

Desta forma, a manutenção preditiva irá reduzir o número de falhas de fornecimento, pelas quais as utilities são penalizadas, ao mesmo tempo que as estratégias de investimento otimizadas e o aumento do tmepo de vida útil dos ativos reduzem as despesas de capital.

“Ao combinar o nosso know-how na implementação de equipamentos IoT em ativos de utilities, e a nossa nova parceria com a IPS Company Group, podemos modernizar equipamentos antigos e torna-los inteligentes, além de fornecer toda uma gama de novos equipamentos conectados. A estratégia da Schneider Electric é continuar a encontrar sinergias fora da empresa que possam ajudar os seus clientes a controlar os custos, ao mesmo tempo que apoiam a sua transformação digital numa paisagem energética em constante mudança”, acrescenta o executivo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor