Saphety apresenta solução de Electronic Bill Presentment para telecom

EmpresasNegócios

A empresa vai participar no WeDo User Group Americas, que se realizará em Miami, nos dias 19 e 20 de outubro, e apresentará a sua solução SaphetyBill. A ferramenta permite aos clientes empresariais analisar e adaptar os dados das suas faturas conforme seja necessário, por centro de custos, funcionários ou departamentos.

O evento conta com a participação das principais operadoras de telecomunicações da América do Norte, Central e do Sul que vão discutir e aprofundar conhecimento nas áreas de Transformação Digital, Internet das Coisas (IoT), Big Data & Analytics, Perfis Digitais, Prevenção de Fraude e Desafios do 5G.

Segundo a empresa, a SaphetyBill aplicada ao setor das telecomunicações cria dinâmicas de diferenciação introduzindo um conjunto de serviços de valor acrescentado, alavancado índices de retenção e de lealdade entre os seus clientes corporativos. No Brasil, a solução já foi adotada pela Oi, tendo permitido à operadora acelerar o processo de emissão de faturas e reduzir custos e erros. 

O solução permite gerir a inscrição clientes e utiliza um único canal para apresentar documentos e informações complementares, em vários formatos, independentemente do segmento de clientes. Os utilizadores nas telcoms têm uma visão holística de todos os documentos emitidos para clientes que utilizam a solução, sistemas de cobrança de origem ou linha de produtos.

A faturação complexa e os dados do cliente são transformados em relatórios com valiosas informações comerciais, que podem ser utilizadas para apoiar análises e tomada de decisões. Painéis de alta compreensão, alavancando a abordagem de análise, fornecem às empresas os recursos para monitorizar e controlar o negócio. 

“A nossa participação no WUG Americas é mais um passo dentro da nossa aposta no setor das telecomunicações. Estamos presentes na América Latina já há algum tempo e encontramo-nos fortemente posicionados nesta região”, indica Rui Fontoura, CEO da Saphety.

“Além desta aposta no mercado americano das telecomunicações, estamos também muito concentrados na Colômbia, onde a faturação eletrónica passará a ser obrigatória, algo que oferece boas expectativas de negócio”, explica o executivo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor