SAP vai criar centro de competências na Universidade Nova

Base de DadosData-StorageGestãoInovaçãoInvestigaçãoSkills

A SAP e a escola de gestão de informação da Universidade Nova assinaram uma parceria para o desenvolvimento de competências nesta área, que inclui a criação do primeiro centro de competências da tecnológica fora da Alemanha. A intenção é também requalificar profissionais em situação de desemprego de longa duração.

O foco da parceria é dar resposta à procura por profissionais qualificados para os desafios da transformação digital da economia, que tem sido caracterizada como quarta revolução industrial. “A este objetivo principal acresce o de criação, a curto prazo, do primeiro Centro de Competências SAP numa universidade europeia, fora da Alemanha, que pressupõe acordos com o programa de Alianças Universitárias da SAP e com a Universidade Técnica de Munique”, refere a empresa em comunicado.

O primeiro efeito do acordo é o patrocínio da SAP à pós-graduação em ‘Digital Enterprise Management’ da Nova IMS – Information Management School, que visa a criação de uma bolsa de profissionais com competências de ponta, focadas na nova vaga de soluções de gestão de informação empresarial, e têm assegurado elevados índices de empregabilidade.

A parceria pretende formar mais de 300 profissionais por ano, qualificados a ocupar novos cargos nas empresas e a liderarem esta transformação digital dentro das organizações, na transição para um novo paradigma económico.

Carlos Lacerda, diretor-geral da SAP Portugal, refere que estas iniciativas não vão só dar mais competências na área da digitalização, vão requalificar profissionais em situação desemprego jovem ou de longa duração. “Com este acordo, ambicionamos criar as condições e as competências tecnológicas necessárias ao mercado de trabalho e ao universo SAP, que inclui as empresas clientes, parceiros e a própria SAP, para a implementação de soluções de gestão e tecnológicas emergentes como é o caso do Internet of Things e do Big Data”, adiantou.

A parceria tem ainda o intuito de contribuir para a capacitação de mais de 1500 profissionais até 2020, além de reforçar a Nova IMS como a escola de referência de ‘Data Science’ em Portugal e na Europa. Também ajudará a posicionar a SAP como empresa que apoia a criação de emprego e o desenvolvimento de competências em TI deficitárias em Portugal, além da promoção da internacionalização do talento.

“A existência de ‘data scientists’ e de recursos humanos adequadamente preparados e em número suficiente é crucial para a eficiência e competitividade das organizações portuguesas”, sublinha Pedro Simões Coelho, professor e diretor da Nova IMS. “Estamos, por isso, comprometidos em disponibilizar, não só para os estudantes como para os profissionais que pretendem reorientar as suas carreiras, os programas mais inovadores nas áreas digitais que têm uma grande procura pelo mercado de trabalho e apresentam níveis de empregabilidade na ordem dos 100%.”


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor