SAP Innovation Forum 2016 conta com a presença do robô Pepper

e-Commercee-MarketingEmpresasInovaçãoNegóciosSoftware
0 45 Sem Comentários

Na edição deste ano do Innovation Forum, o tema central foi “reimaginar os negócios na economia digital”. Nesse sentido, a SAP trouxe até Portugal o assistente de loja do futuro que consegue ajudar nas tarefas do dia-a-dia tanto os consumidores finais e como os gestores de loja.

Foi pelas ordens do diretor-geral da SAP Portugal, Carlos Lacerda, que o robô Pepper entrou em palco. No final da sessão de abertura do SAP Innovation Forum, o robô interagiu em tempo real com o diretor-geral. A SAP veio mostrar o próximo passo ao nível do atendimento ao cliente num ponto de venda ao trazer para cima do palco o ajudante que combina soluções analíticas, comércio eletrónico e interação com o consumidor.

O Pepper é o primeiro robô inteligente, emocional e pessoal que promete transformar o interface que as empresas já utilizam através de dispositivos móveis que interagem com o público-alvo. Na demonstração feita por Carlos Lacerda, o robô mostrou as suas capacidades de interação com o cliente e de analytics como se estivessem numa loja de doces. Através de um questionário o Pepper foi descobrindo o que o cliente pretendia e no final mostrou e recomendou um conjunto de produtos que satisfaziam as suas preferências.

Este robô integra a última geração de software da SAP, nomeadamente uma plataforma de comércio eletrónico, aplicações de interação com o cliente e soluções analíticas. A demonstração “Pepper & Bulleyes”, apresentada no SAP Innovation Forum, representa aquele que será o assistente comercial do futuro, um conceito desenvolvido pelos laboratórios da SAP Hybris, baseado nas soluções SAP Hybris. O Pepper demonstra capacidades inovadoras e várias possibilidades de interação que podem ser aplicadas noutras indústrias como a hotelaria ou o sector público.

Com o aparecimento deste tipo de robôs o diretor-geral da SAP Portugal afirmou que “a natureza do emprego está a mudar” e que “mais de dois mil milhões de empregos irão desparecer até 2030 como resultado do avanço tecnológico”. Para além do emprego “a experiência do consumidor também irá mudar.” Face a todas essas expectáveis alterações, Carlos Lacerda, garantiu que “a SAP está bem preparada.”

Com mais de 335 mil clientes espalhados por 190 países e, passando por uma solução SAP, 76% das receitas em transações a nível mundial, a empresa aproveitou este fórum para apresentar as suas visões e propostas para o futuro. O evento acolheu os principais líderes da comunidade empresarial portuguesa que exploraram as últimas tendências e inovações tecnológicas do sector. Esta edição realizada no Centro de Congressos do Estoril contou com o apoio de 26 parceiros de negócio e fomentou a reflexão sobre a atual digitalização da economia e a forma como as empresas e organizações portuguesas podem evoluir e reinventar-se.