Samsung quer livrar-se de velhos hábitos

Negócios

Durante o seu discurso anual, Lee Kun-hee, presidente do conselho administrativo da gigante sul-coreana, afirmou que a empresa precisa de investir ainda mais em pesquisa e desenvolvimento, uma clara resposta à  escalada dos concorrentes em 2013. Para ele, a Samsung deve “eliminar modelos de negócios e estratégias de há cinco, dez anos atrás” e repensar o

Durante o seu discurso anual, Lee Kun-hee, presidente do conselho administrativo da gigante sul-coreana, afirmou que a empresa precisa de investir ainda mais em pesquisa e desenvolvimento, uma clara resposta à  escalada dos concorrentes em 2013.

SamsungPara ele, a Samsung deve “eliminar modelos de negócios e estratégias de há cinco, dez anos atrás” e repensar o foco em hardware. A declaração foi divulgada em comunicado oficial da companhia.

Apesar das vendas dos seus smartphones, a Samsung hoje depende da tecnologia de software da Google – na forma do sistema Android – para equipar os seus aparelhos. Isso coloca a sua posição de mercado em risco, pois a Apple controla todo o ecossistema dos seus produtos, do hardware ao software.

Lee também citou como as guerras de patentes com concorrência ocidental (no caso a Apple) foram exaustivas em 2013. Processos em diferentes países custaram à Samsung mais de mil milhões de dólares em indenizações.

O futuro da Samsung tem sido fonte de preocupação de investidores, que mesmo com a liderança do mercado de smartphones acabou perdendo dez por cento do valor dos seus papéis em 2013. Só nos primeiros dias de 2014 as ações caíram mais 4,6 por cento.

Hoje, a Samsung também é líder no mercado de TVs e chips de memória.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor