Samsung quer duplicar venda de smartphones em África

EmpresasMobilidadeNegóciosSmartphones

Segundo um executivo da Samsung, a empresa espera aumentar para metade o fornecimento de smartphones em África ainda este ano e dobrar as vendas no continente para 2014. África tem uma população jovem crescente que está a consumir tecnologia em áreas mais urbanizadas. Esta situação está a atrair vendedores estrangeiros de produtos de consumo, como

Segundo um executivo da Samsung, a empresa espera aumentar para metade o fornecimento de smartphones em África ainda este ano e dobrar as vendas no continente para 2014.

SamsungÁfrica tem uma população jovem crescente que está a consumir tecnologia em áreas mais urbanizadas. Esta situação está a atrair vendedores estrangeiros de produtos de consumo, como os smartphones, a virarem-se para o continente enquanto os mercados nas nações mais desenvolvidas estagnam ou diminuem.

Apesar de os smartphones estarem a ganhar popularidade em África, ainda é uma porção demasiado baixo. No final de 2012, na região subsariana, a penetração de smartphones era apenas de quatro por cento, comparado com uma média global de 17 por cento.

Thabiet Allie, head de conteúdo e serviço para a Samsung Electronics África, revelou que a empresa, este ano, vai enviar 50 por cento de todos os smartphones no continente. Dos cem milhões de telemóveis vendidos em África este ano, 20 milhões são smartphones e, segundo Allie, pouco mais de metade deste número são modelos da empresa sul coreana. “Para o próximo ano estamos a contar dobrar o número e no ano seguir provavelmente fazer um aumento substancial”.

As previsões da GSMA é que os smartphones constituam 20 por cento do mercado Africano em 2017 enquanto os dispositivos abaixo dos 50 dólares sejam uma realidade. O uso de smartphones na África do Sul é ligeiramente mais alto que a média global, com a BlackBerry a ser líder de mercado.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor