SAFIRA faz balanço do primeiro ano da SAFIRA Academy

EmpresasNegócios

A consultora tecnológica SAFIRA faz o balanço do seu primeiro ano de atividade da SAFIRA Academy. A premissa da empresa de aumentar o valor de consultores de serviços não se concentrou exclusivamente na formação, mas em subunidades com objetivos distintos, nomeadamente na área de projetos, na«de infraestruturas, na de sourcing e na de formação. A

A consultora tecnológica SAFIRA faz o balanço do seu primeiro ano de atividade da SAFIRA Academy.

safira

A premissa da empresa de aumentar o valor de consultores de serviços não se concentrou exclusivamente na formação, mas em subunidades com objetivos distintos, nomeadamente na área de projetos, na«de infraestruturas, na de sourcing e na de formação.

A unidade de negócio registou, no decorrer do ano passado, cerca de 13 mil horas de formação e 72 certificados nas tecnologias nucleares da empresa: Business Process Managment (BPM), Operational Decision Managment (ODM) e Mobilidade de Processos.

Ainda no ano passado, a SAFIRA Academy registou o seu primeiro cliente externo do Reino Unido, seguido de outros quatro em serviços de formação self-paced, a partir da plataforma de e-learning da empresa e formação em sala de aula adaptada às necessidades dos seus clientes.

“2013 foi o primeiro ano completo da SAFIRA Academy, e um período de consolidação e crescimento. No dia-a-dia na SAFIRA, a Academy é algo que já faz parte do quotidiano da empresa. Temos um papel central na formação interna, no processo de on-boarding, no recrutamento e seleção, no desenvolvimento de projetos internos como parte integrante do ciclo de formação dos recém-contratados, bem como no desenvolvimento de assets como soluções com potencial de revenda aos nossos clientes. Atingimos marcos importantes o booking dos primeiros clientes externos no que se refere a formação e o lançamento de cursos de formação para a nova versão do IBM BPM 8.0, de modo a podermos certificar a equipa na mais recente tecnologia IBM, tanto na vertente de Developer como na vertente de Analista. O balanço só pode ser positivo!”, assinala Luís Correia, gestor na SAFIRA e responsável pela unidade.

Atualmente, já se encontra disponível formação em áreas não técnicas, inclusivamente a nível de metodologia e análise de BPM, ODM e gestão de projeto. Os objetivos para o ano que decorre passam pelo aumento das vendas de formação a clientes externos, alargamento do catálogo de formação, continuação do desenvolvimento de serviços internos que deem resposta a novas versões e certificações de produtos, criação de novas referências e desenvolvimento das recém-criadas áreas de Sourcing.

Segundo Luís Correia, “o feedback dos formandos tem sido extremamente positivo”, o que, segundo a empresa, é motivo de grande orgulho e revela o potencial das equipas envolvidas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor