S21SEC escolhida pela UE para melhorar a política de cibersegurança

CyberwarSegurança

A S21sec, empresa detida maioritariamente pela Sonae IM, anunciou que foi selecionada pela União Europeia para participar no desenvolvimento das futuras diretrizes de segurança da informação na Europa, assim como para melhorar a política de cibersegurança.

A Comissão Europeia (CE) revelou que 80% % das empresas europeias registaram pelo menos um acidente em termos de cibersegurança no último ano e que, como tal, pretende que exista uma maior cooperação entre os players e as organizações de forma a minorar os riscos de ataques em todos os níveis: cidadão, empresas e administrações públicas.

“Estas situações produzem dano nas empresas, independentemente do seu tamanho ou da sua actividade e ameaça severamente a confiança na economia digital. Com a nossa participação neste projecto esperamos contribuir decisivamente para a construção de um mercado europeu de cibersegurança sólido, harmonizado e competitivo de modo a poder servir todos os sectores” afirmou em comunicado Xavier Mitxelena, CEO da S21sec.

A empresa especialista em cibersegurança é um dos membros fundadores da Organização Europeia de Cibersegurança com a qual a CE celebrou esta parceria público-privada sendo que a iniciativa vai ter um investimento na ordem dos 450 milhões de euros, que com a participação de entidades privadas deverá atingir 1800 milhões de euros até 2020.

“Sem confiança e segurança, o mercado único digital não pode existir. A Europa está disposta a enfrentar as ameaças à sua cibersegurança que cada dia são mais sofisticadas e que não conhecem fronteiras. A proposta que apresentamos agrega medidas concretas para reforçar a resiliência da Europa face a estes ataques e garantir a capacidade necessária para a construção e expansão da nossa economia digital”. acrescentou Andrus Ansip, Vice-presidente da Comissão Europeia e Comissário europeu Mercado Único Digital.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor