S21sec ajudou a desmantelar organização por detrás do malware Dridex

Segurança

A S21sec contribuiu com autoridades internacionais para o desmantelamento da organização cibercriminosa responsável pelo desenvolvimento do trojan Dridex. Este malware tinha como propósito roubar dados bancários e foi detetado na Europa em 2014.

A colaboração entre a s21sec, a Europol, o FBI e a Guarda Civil espanhola levou à captura do cabecilha da organização cibercriminosa que criou e disseminou o Dridex. O líder, de nacionalidade moldava, foi detido no Chipre e foi já a acusado formalmente de conspiração criminosa, de acordo com a S21sec.

A maior parte dos membros da rede de hacking são de origem norte-americana. Dados do FBI revelam que os ataques do Dridex nos Estados Unidos foram responsáveis por perdas que excederam os 10 milhões de dólares.

Já na Europa, a S21sec identificou mais de 155 países afetados pelo malware, sendo que os mais afetados foram o Reino Unido, a França, e a Espanha. Quanto a Portugal, Pedro Leite, vice-presidente da S21sec, confirma, citado em nota, que “foram observadas infeções que afetaram entidades nacionais”. No entanto, o executivo diz que não foi registada “nenhuma de atividade fraudulenta”. Procurámos saber que entidades portuguesas foram afetadas pelo Dridex, mas Pedro Leite disse-nos que, por questões de confidencialidade, a identidade dos alvos não pode ser revelada.

O Dridex, para além de roubar os dados bancários de utilizadores através dos portais dos bancos ou de webinjects, conseguiu também infiltrar-se em redes informáticas governamentais, hospitalares, de serviços de advocacia, de entidades gestoras de direitos autorais e do setor aeronáutico, furtando documentos ao longo do processo de invasão cibernética.

A S21sec foi a única empresa ibérica que participou na operação conjunta. O diretor-geral Xabier Mitxelena diz, em comunicado, que “Este foi um processo complexo, uma vez que o trojan Dridex operava em vários países. O resultado conseguido incentiva-nos a continuar no esforço diário para ajudar os nossos clientes e a sociedade em geral a prevenir e evitar novos riscos”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor