Rockstar Consortium quer vender parte wireless

EmpresasNegócios

O Rockstar Consortium, consórcio que comprou patentes da Nortel, anunciou a sua intenção de vender parte wireless. Este grupo de empresas, liderado pela Apple e pela Microsoft, tem estado em conversações com possíveis interessados.  O grupo, do qual também fazem parte a BlackBerry, a Ericsson e a Sony, pagou 5,4 milhões de dólares, ou seja,

O Rockstar Consortium, consórcio que comprou patentes da Nortel, anunciou a sua intenção de vender parte wireless. Este grupo de empresas, liderado pela Apple e pela Microsoft, tem estado em conversações com possíveis interessados. 

ctia-the-wireless-associationO grupo, do qual também fazem parte a BlackBerry, a Ericsson e a Sony, pagou 5,4 milhões de dólares, ou seja, 3,94 milhões de euros, em 2011, por um conjunto de patentes da Nortel, mas está agora à procura de um novo dono para algumas delas. Estas patentes dizem respeito sobretudo a tecnologia wireless que o grupo não está a conseguir rentabilizar através do licenciamento a terceiros.

A Nortel é uma empresa de telecomunicações canadiana que declarou falência em 2009. O portfólio adquirido englobava seis mil “registos” e abrangiam desde sistemas de comunicação sem fios, a semicondutores. As patentes mais valiosas relacionavam-se com as tecnologias de comunicação móvel 4G e com a norma LTE.

Recentemente a Google processou este consórcio por ameaçar a Plataforma Android, especialmente na linha Nexus de dispositivos. Segundo a Google, a campanha de patentes do grupo Rockstar tem como alvo diversas empresas de tecnologia do Vale do Silício e pretende proteger fabricantes como a Samsung, LG, Asus e HTC de potenciais processos judiciais envolvendo patentes.

“O Rockstar não produz nenhum produto e não põe em prática nenhuma patente”, declara a Google no processo, acrescentando que mais de cem empresas, incluindo as redes sociais Facebook e LinkedIn, também violam patentes da Nortel.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor