Rock in Rio Lisboa vai ter a primeira “Cidade do Rock Inteligente”

InovaçãoTecnologia Verde

A parceria entre a Vodafone e a organização do Rock in Rio deu este ano origem a um novo conceito no recinto do festival: Lisboa irá receber a primeira “cidade do Rock inteligente.” A empresa portuguesa SSA Dynamics é uma das parceiras que torna isto possível.

Esta “Smart Rock City” vai buscar inspiração ao conceito de cidades inteligentes, que passam não só por soluções tecnológicas que aumentam a eficiência mas também sustentabilidade ambiental (e económica). A Vodafone é a patrocinadora principal do Rock in Rio e investiu em “soluções de cariz tecnológico e inovador,  nunca antes aplicadas num evento de música e entretenimento.”

No total foram desenvolvidas cinco soluções que permitem monitorizar, em tempo real, as áreas mais críticas para o pleno funcionamento do festival, indica a operadora. O projeto também permitirá criar condições para “uma melhor gestão dos processos e infraestruturas existentes, e otimização dos recursos para futuras edições.”

  • Smart Energy: Medir os consumos de energia no Palco Mundo, Palco Vodafone, Tenda VIP e Tenda Eletrónica de forma a gerir o desempenho energético destes espaços e garantir poupanças significativas no futuro.
  • Smart Water: Supervisionar a rede de água que abastece os 4 hectares do Parque da Bela Vista. Esta solução assegura o controlo do abastecimento, prevenindo interrupções ou irregularidades na distribuição da água.
  • Smart Toilets: Monitorizar e informar o público sobre a disponibilidade de WCs livres no recinto.
  • Smart Waste: Controlar o processo de recolha dos resíduos sólidos (lixo), otimizando os processos de limpeza durante o evento.
  • Smart Air: Medir os níveis ambientais (gases, qualidade do ar, concentração de CO2, fumos e moléculas). Ao mesmo tempo, alguns desses parâmetros serão divulgados em tempo real.

As várias soluções têm como denominador comum um sistema de Gestão Técnica Centralizada (GTC) da Vodafone, desenvolvido em parceria com a empresa portuguesa SSA Dynamics, que estará instalado no centro de controlo operacional do Rock in Rio Lisboa, o espaço a partir do qual são geridas todas as operações do festival. O GTC agrega e disponibiliza toda a informação recolhida pelos sensores, em tempo real, emitindo sinais de alerta para prevenir eventuais incidentes.

“Este projeto vai permitir melhorar ainda mais a experiência dos milhares de visitantes que todos os dias de evento visitam o recinto”, afirma Ricardo Acto, diretor de operações do Rock in Rio. “Além disso, o Vodafone Smart Cities vai permitir à equipa do Rock in Rio Lisboa identificar oportunidades de melhoria para uma gestão mais eficiente e sustentável nas próximas edições.”


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor