Resultados piores do que o esperado não desanimam Samsung

4GMobilidadeSmartphones

A Samsung Electronics resolutamente acredita que ao virar da esquina está a oportunidade para recuperar o crescimento das vendas dos seus smartphones, mesmo depois de ter comunicado resultados nada animadores para o terminado segundo trimestre, falhando as estimativas dos analistas. Determinada a restaurar o crescimento do seus segmento de smartphones, a Samsung está confiante de

A Samsung Electronics resolutamente acredita que ao virar da esquina está a oportunidade para recuperar o crescimento das vendas dos seus smartphones, mesmo depois de ter comunicado resultados nada animadores para o terminado segundo trimestre, falhando as estimativas dos analistas.

samsung

Determinada a restaurar o crescimento do seus segmento de smartphones, a Samsung está confiante de que novos produtos e uma crescente procura por ecrãs vão potenciar os resultados para este terceiro trimestre.

Contudo, a sul-coreana não pode ignorar que os resultados operacionais caíram cerca de 24 por cento, para 7,1 mil milhões de dólares no passado trimestre, terminado em junho, comparativamente aos 8 mil milhões estimados pelos analistas.

A Samsung está também a contar com a procura por dispositivos equipados com tecnologia 4G para reacender o crescimento das suas vendas, numa altura em que a Apple está a conseguir conquistar novos clientes e as suas rivais chinesas Xiaomi e Lenovo está a integrar funcionalidades de qualidade em que aparelhos low-end para atrair uma mais vasta audiência de consumidores.

O domínio da gigante sul-coreana sobre o mercado dos smartphones com ecrãs maiores do que cinco polegadas está sob ameaça, pois rumoreja-se que a Apple prepara-se para lançar iPhones de maiores dimensões, e poderá mesmo usurpar o trono da Samsung neste mercado.

Claire Kim, analista da Daishin Securities, avançou que “os lucros da Samsung vão recuperar no terceiro trimestre, em grande parte graças à eruptiva procura por smartphones 4G na China”.

A tecnológica, sediada em Seul, tem estado a investir no desenvolvimento de dispositivos que integrem a tecnologia da quarta geração.

“Se a Samsung conseguir conservar nem que seja 20 por cento de quota de mercado nesse segmento [aparelhos 4G], verá maiores vendas de smartphones durante o trimestre, visto que não é ainda esperado que os novos dispositivos da Apple tenham grande impacto”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor