Relatório da Arbor aponta tendências em ameaças avançadas

CyberwarFirewallGestãoSegurançaVírus
0 0 Sem Comentários

A Arbor Networks, divisão de segurança da Netscout, divulga o seu 11º Relatório Anual sobre Segurança da Infraestrutura Global (Worldwide Infrastructure Security Report). As informações vieram da comunidade mundial de operações de segurança e vão desde deteção de ameaças e resposta a incidentes até aspetos relativos a equipas, orçamentos e relacionamento com parceiros.

Pela primeira vez, as organizações empresariais, governamentais e educacionais representaram quase metade dos participantes do estudo da Arbor; 52% dos participantes são fornecedores de serviço.

As cinco principais tendências em ameaças avançadas identificadas no levantamento da Arbor Networks foram:

  • Foco em melhores respostas: 57% das empresas procuram implementar soluções para acelerar os processos de resposta a incidentes. Entre os fornecedores de serviços, um terço reduziu o tempo necessário para descobrir uma Ameaça Persistente Avançada (APT) na sua rede para menos de uma semana, e 52% declararam que o seu tempo entre descoberta e contenção foi reduzido para menos de um mês.
  • Melhor planeamento: em 2015, aumentou a proporção de empresas participantes que desenvolveram planos formais de resposta a incidentes e dedicaram recursos para responder a esses incidentes: 75%, contra dois terços no ano anterior.
  • Invasores em foco: a proporção de participantes empresariais a observar invasores maliciosos subiu para 17% (em comparação a 12% no ano anterior). Quase 40% dos participantes empresariais ainda não têm uma solução implementada para monitorar dispositivos BYOD na sua rede. A proporção dos que relatam incidentes de segurança relacionados ao BYOD duplicou para 13%, contra 6% no ano anterior.
  • A questão das equipas: houve uma queda significativa na proporção de participantes que procuram aumentar as suas equipas internas para melhorar a prontidão e resposta a incidentes, de 46% para 38%.
  • Crescente dependência de suporte externo: a falta de recursos internos levou a um aumento no outsourcing de serviços de gestão e de suporte, com 50% das empresas tendo contratado uma organização externa para a resposta a incidentes. Essa proporção está 10% acima do percentual relacionado aos fornecedores de serviços. Entre os fornecedores de serviços, 74% relataram ter observado maior procura dos clientes por serviços geridos.

Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor