Reditus vence concurso do Banco de Portugal para contrato de 5 milhões

Fornecedores de SoftwareProjetosSetor Público
0 0 Sem Comentários

O Banco de Portugal atribuiu à Reditus um contrato de desenvolvimento de aplicações de software baseadas em .NET, decisão tomada após concurso público.

O contrato tem um orçamento total de cinco milhões de euros e enquadra-se no Acordo Quadro que vai até ao final de 2019. A Reditus irá desenvolver as novas aplicações e irá assegurar a manutenção das já existentes que também se baseiem em .NET.

Adicionalmente, a empresa portuguesa vai colaborar com as equipas internas noutras áreas. “Além do desenvolvimento aplicacional, a Reditus será ainda responsável pelos serviços de gestão das atividades de desenvolvimento e manutenção em articulação com os recursos internos do Banco de Portugal”, explica a empresa em comunicado. Isto abrange, por exemplo, a elaboração de planos de atividade e a análise e quantificação dos custos envolvidos.

O trabalho ficará a cargo da Unidade de Plataformas e Aplicações da Reditus, que tem uma equipa de 100 consultores e experiência nesta área – dá suporte a 100 mil utilizadores, segundo a empresa.

As áreas técnicas englobadas nesta unidade são o desenvolvimento de projeto (inclui aplicações à medida e analítica), prestação de serviços (desde gestão de aplicações e  servidores a gestão de projeto, formação e suporte) e soluções e produtos (abrange a plataforma integrada de gestão de crédito, gestão de redes de agentes e de lojas e gestão da relação cliente e multicanal, entre outros).

A Reditus tem neste momento nove centros de serviço em Portugal. Registou um volume de negócios de 120 milhões de euros em 2014.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor