Redes empresariais repletas de dispositivos obsoletos

EmpresasNegócios

A percentagem de dispositivos obsoletos e antigos nas redes corporativas a nível mundial tem vindo a aumentar nos últimos seis anos, confirmando o efeito prolongado da crise financeira global dos últimos anos, de acordo com o relatório Network Barometer Report 2014 divulgado pela Dimension Data.  Mais de 51% dos dispositivos analisados são antigos e/ou obsoletos. Adicionalmente,

A percentagem de dispositivos obsoletos e antigos nas redes corporativas a nível mundial tem vindo a aumentar nos últimos seis anos, confirmando o efeito prolongado da crise financeira global dos últimos anos, de acordo com o relatório Network Barometer Report 2014 divulgado pela Dimension Data. 

phone

Mais de 51% dos dispositivos analisados são antigos e/ou obsoletos. Adicionalmente, 27% dos dispositivos estão na fase ‘posterior’ do ciclo de vida do produto, e no ponto em que o fornecedor começa a diminuir o suporte.

Publicado pela primeira vez em 2009, o relatório deste ano foi compilado a partir dos dados tecnológicos recolhidos em 2013 a partir de 288 auditorias, abrangendo 74.000 dispositivos tecnológicos em organizações de todas as dimensões e de todos os sectores da indústria, em 32 países. Adicionalmente, foram recolhidos dados de 91 mil incidentes registados nas redes de clientes que a Dimension Data suporta.

Raoul Tecala, business development director for networking na Dimension Data refere que, “ao longo dos últimos anos, temos assistido a um aumento continuado da percentagem de dispositivos antigos e obsoletos, e a suposição convencional era de que o ciclo de actualização de tecnologia estaria iminente. No entanto, a pesquisa revela que as organizações estão a utilizar os activos de rede por mais tempo do que o esperado.”

Tecala refere que há três forças principais por detrás desta tendência. Em primeiro lugar, após a crise económica, as empresas mantêm-se focadas na redução de custos – particularmente na redução do CAPEX. Em segundo lugar, há uma maior apetência para utilização de modelos de consumo das TIC as-a-service de forma a reduzir a necessidade das organizações investirem na própria infraestrutura. “Por fim, acreditamos que o aparecimento das redes definidas por software (software defined networks – SDN) poderá levar as organizações a ‘esperar para ver’ antes de seleccionar e implementar uma nova tecnologia – factor que acreditamos se torne mais influente nos próximos 16 a 36 meses.”


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor