Red Hat cresce 22% no terceiro trimestre

EmpresasGestãoNegóciosResultados

A empresa anunciou os resultados financeiros para o terceiro trimestre do ano fiscal de 2018, que terminou a 30 de Novembro de 2017, com uma receita total de 748 milhões de dólares. A Red Hat regista, assim, uma subida de 22% face ao trimestre homólogo.

As receitas de subscrições para o trimestre foram de 657 milhões de dólares, uma subida de 21% face ao trimestre homólogo do ano passado. As receitas de subscrição no trimestre representaram 88% das receitas totais.

As receitas de subscrições de soluções relacionadas com infra-estruturas para o trimestre foram de 495 milhões de dólares, um aumento de 15% face ao período homólogo do ano passado. As receitas de subscrição relacionadas com o desenvolvimento de aplicações e outras tecnologias emergentes para o trimestre foram de 162 milhões de dólares, um aumento de 44% face ao período homólogo do ano passado.

A receita operacional PCGA para o trimestre foi de 118 milhões, uma subida de 47% face ao ano passado e a receita operacional não-PCGA foi de 179 milhões, uma subida de 25% face ao período homólogo do ano passado. Para o terceiro trimestre, a margem operacional PCGA foi de 15,8% e a margem operacional não-PCGA foi de 23,9%. Para o ano completo, esperam-se receitas entre os 2906 milhões e os 2911 milhões de dólares.

“Mais uma vez, tivemos um crescimento superior a 20% face ao período homólogo do ano passado, tanto em receitas de subscrições como na receita total, devido a uma forte procura dos clientes por tecnologias de cloud híbrida, incluindo as nossas tecnologias core, plataformas container e soluções que activam e gerem ambientes de cloud múltipla e cloud privada”, afirmou, em comunicado, Jim Whitehurst, Presidente e Chief Executive Officer da Red Hat.

“A nossa posição cada vez mais estratégica entre as organizações TI empresariais é evidenciada pelo forte cross selling do nosso vasto portfólio de tecnologias, que originou um crescimento de 30% face ao período homólogo do ano passado em negócios superiores a 1 milhão de dólares e um crescimento superior a 40% em receitas relacionadas com as subscrições de desenvolvimento de aplicações e outras tecnologias emergentes”, conclui o executivo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor