Recrutamento de talento é preocupação para médias empresas

EmpresasERP-SuitesNegóciosSoftware

Nos próximos meses, atrair e reter os colaboradores certos será uma prioridade para as empresas que atuam no mid-market. Esta é uma das conclusões da última edição do Sage Business Índex. A análise anual da Sage envolveu a realização de inquéritos a cerca de duas mil médias e grandes empresas em 17 países europeus. O

Nos próximos meses, atrair e reter os colaboradores certos será uma prioridade para as empresas que atuam no mid-market. Esta é uma das conclusões da última edição do Sage Business Índex. A análise anual da Sage envolveu a realização de inquéritos a cerca de duas mil médias e grandes empresas em 17 países europeus.

PeopleO estudo mostra que a “guerra” por talentos está a aumentar com as economias a dar sinais de recuperação. A confiança dos empresários sobe e as empresas começam a procurar recursos humanos chave. Mais de um terço das empresas dizem que os governos devem fazer mais para melhorar o desenvolvimento de competências e a educação.

A falta de mão-de-obra qualificada para recrutar foi assinalada como um desafio para muitas destas empresas. Cerca de 12 por cento dos inquiridos refere esse facto como o maior desafio. Empresas líderes no mid-market na Alemanha foram as que se revelaram mais preocupadas com o recrutamento, com 29 por cento a referir a falta de mão-de-obra qualificada como a sua maior luta.

Numa altura em que as empresas enfrentam uma competição sem precedentes, por recursos qualificados, Rui Nogueira, da Sage Mid-Market, defende que a “diferenciação entre as empresas é essencial à medida que os potenciais candidatos começam a estudar as ferramentas e os processos que determinada organização pode disponibilizar a profissionais qualificados”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor