Receitas do mercado de servidores cairam 1,9% no quarto trimestre de 2016

CloudServidores
0 0 Sem Comentários

A receita do mercado mundial de servidores caiu 2,7% em 2016, segundo o mais recente estudo da Gartner. Durante o ano passado, o número de servidores comercializados cresceu 0,1%. Já a nível trimestral, a consultora aponta uma queda de 1,9% na receita enquanto que as remessas diminuíram 0,6% ante o mesmo período de 2015.

“Alguns fatores peculiares geraram estes resultados. O número de Data Centers de grande escala (como os do Facebook e do Google) aumentou, requerendo, ao mesmo tempo, uma mudança significativa de servidores. As empresas tiveram um menor índice de crescimento, mas continuaram a utilizar aplicações em servidores através da virtualização e, em alguns casos, em provedores de serviços em Nuvem”, explicou, em comunicado, Jeffrey Hewitt, Vice-Presidente de Pesquisas da Gartner.

Hewlett Packard Enterprise (HPE) continua a liderar o mercado mundial de servidores em receita. A companhia obteve um total de  3,4 mil milhões de dólares em receita no quarto trimestre de 2016 e tem um market share de 22,9%. No entanto, está em queda tendo registado um decréscimo de 11% comparado ao mesmo período de 2015, em que conseguiu resultados de 3,8 mil milhões de dólares.

Os únicos fabricantes que apresentaram crescimento no trimestre foram a Dell e a Huawei  com, de 1,8% e 88,4%, respectivamente. A IBM e a Lenovo também estão em queda com perdas de 12,2% e  16,7% em relação a 2015.

“As companhias incumbentes enfrentam cada vez mais desafios, enquanto os fabricantes originais e os fornecedores da China estão cada vez mais a destacar-se devido aos seus investimentos para crescimento a longo prazo e à sua presença em mercados de tecnologia adjacentes”, indicou  Adrian O’Connell, Diretor de Pesquisas do Gartner.

Já no que diz respeito ao número de servidores comercializados, a Dell cresceu 6,5% e passou para a liderança em remessas globais com uma quota de mercado de 19,1%. A HPE teve uma queda de 19,4%, passando para a segunda posição com 17,2% de market share. Já a Huawei registou o maior crescimento em remessas de servidores, com um aumento de 64% com relação ao mesmo período no ano passado.

Falando de regiões, a Ásia/Pacífico foi a única a apresentar crescimento positivo tanto em receita como em remessas no quarto trimestre e no ano de 2016. De acordo com os dados da consultora, a receita proveniente de servidores na região EMEA (Europa, Oriente Médio e África) totalizou 3,4 mil milhões de dólares, uma queda de 11,4% com relação ao quarto trimestre de 2015.

A HPE lidera na EMEA quer em receitas, quer em remesas com um market share acima dos 30% mas todos os cinco maiores fabricantes (HPE, Dell, IBM,  Fujitsu e Lenovo)  apresentaram declínio no quarto trimestre de 2016. A nível de remessas de servidores, a EMEA totalizou 594 mil unidades no quarto trimestre de 2016, uma queda de 3,6% com relação ao mesmo período de 2015.

“2016 foi um ano desafiador para os fabricantes de servidores na EMEA e essa queda não demonstra sinais de mudança de direção nesse momento”, afirmou O’Connell. “Os níveis de incerteza no cenário político e económico na região não vão diminuir a curto prazo. Isso, combinado com um ambiente competitivo também muito desafiador, deixará as coisas ainda mais difíceis para as empresas incumbentes. Os fabricantes de servidores precisam superar-se na execução e arriscar para retomar o crescimento na EMEA”,  acresentou o executivo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor