Receitas das licenças da IFS crescem 19 por cento

EmpresasNegócios

A IFS, empresa global de aplicações empresariais, apresentou os seus resultados com um crescimento sólido do número de licenças, fruto de um alinhamento correto do negócio. A estratégia de crescimento, focada em objetivos chave, foi, segundo a empresa, satisfatória ao alcançar um crescimento anual das receitas de licenças de 19 por cento. A IFS atribui

A IFS, empresa global de aplicações empresariais, apresentou os seus resultados com um crescimento sólido do número de licenças, fruto de um alinhamento correto do negócio.

revenue-growthA estratégia de crescimento, focada em objetivos chave, foi, segundo a empresa, satisfatória ao alcançar um crescimento anual das receitas de licenças de 19 por cento. A IFS atribui os resultados ao facto de ter sido selecionada para projetos em todas as áreas chave (como os setores aeroespacial, defesa, energia, gás e petróleo e atividades marítimas), que resultou da capacidade “que temos vindo a demonstrar e do reforço do nosso perfil nestas indústrias”.

Durante 2013, a IFS aumentou o investimento em marketing e posicionamento da marca, tendo desenvolvido campanhas de marketing globais, com o objetivo de apresentar as capacidades “únicas e diferenciadoras” na indústria em que a empresa opera. O investimento teve como objetivo, para além de melhorar as vendas, apoiar o esforço de construção do ecossistema de parceiros.

A ampliação da rede global de colaboradores de tecnologia, comercialização e integração é uma das principais prioridades da IFS. A empresa encontra-se satisfeita por constatar que a avaliação que os analistas da indústria fizeram melhorou significativamente.

As receitas por vendas de licenças atingiram os 60,7 milhões de euros, representando um aumento de 19 por cento. As receitas referentes a manutenção de software ascenderam a 104,7 milhões de euros, um aumento de cinco por cento. As receitas por serviços de consultoria alcançaram os 145 milhões de euros. As receitas líquidas, por sua vez, foram de 311,6 milhões de euros. O EBIT da empresa foi de 23 milhões de euros e o cash flow após investimentos de 13,6 milhões de euros.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor