Receita da Yahoo desce novamente

EmpresasNegócios

Os preços dos anúncios online da Yahoo Inc desceram novamente no quarto trimestre e a Alibaba, gigante chinês do e-Commerce em que a Yahoo detém uma grande percentagem, viu o seu crescimento de receitas diminuir. As receitas totais da Yahoo diminuíram seis por cento nos últimos três meses de 2013 para 1,266 mil milhões de

Os preços dos anúncios online da Yahoo Inc desceram novamente no quarto trimestre e a Alibaba, gigante chinês do e-Commerce em que a Yahoo detém uma grande percentagem, viu o seu crescimento de receitas diminuir.

marissaAs receitas totais da Yahoo diminuíram seis por cento nos últimos três meses de 2013 para 1,266 mil milhões de dólares, fazendo com que seja o quarto trimestre consecutivo com uma receita “desgastada”. A empresa afirmou, ainda, que os preços dos anúncios online e de procura desceram no quarto trimestre.

Na terça-feira, as ações da Yahoo desceram 3,7 por cento para 38,82 dólares. Colin Gillis, analista da BGC Partners, afirmou à Reuters que “normalmente consegue-se melhores preços no quatro trimestre”, acrescentando que “o core business está a diminuir”.

Os esforços da Yahoo para renovar a queda do seu negócio veio à “primeira linha” depois da Chief Executive Officer Marissa Mayer ter decidido despedir o Chief Operating Officer Henrique de Castro durante este mês, pouco mais de um ano depois de o português ter entrado na empresa. O despedimento marcou a grande mudança nos planos de Mayer desde que a mesma tomou conta da empresa em julho de 2012.

Marissa Mayer moveu-se agressivamente para melhorar a empresa com reformas nos produtos, aquisições e contratações de grandes médias. No entanto, o negócio de vendas continua a lutar na altura em que os rivais, como a Google, Facebook e Twitter, estão a apresentar um forte crescimento nas receitas.

Desde que Mayer entrou na empresa, as ações da Yahoo duplicaram. Os analistas acreditam que muitos desses ganhos se devém a compras agressivas das suas ações e um esperado IPO por parte da Alibaba, empresa que a Yahoo tem 24 por cento. Segundo a Yahoo, em 2013, a empresa comprou novamente o equivalente a 3,3 mil milhões de dólares das suas ações.

O resultado trimestral da Yahoo inclui, também, alguns resultados financeiros da Alibaba do terceiro trimestre. A empresa chinesa viu as suas receitas aumentarem 51 por cento year-over-year para 1,776 mil milhões de dólares. Ainda assim, a taxa de crescimento desceu dos 61 por cento no segundo trimestre e dos 71 por cento no primeiro trimestre.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor