Química computacional ganha prémio Nobel

EmpresasNegócios

Os investigadores Martin Karplus, Michael Levitt e AriehWarshel,  são os vencedores do prémio Nobel de Química 2013, informou a academia das Ciências Sueca. Esta investigação foi iniciada na década de 70, onde marcaram as bases para os potentes programas de computação que são utilizados para criar modelos multiscale de sistemas químicos complexos. “Os modelos de

Os investigadores Martin Karplus, Michael Levitt e AriehWarshel,  são os vencedores do prémio Nobel de Química 2013, informou a academia das Ciências Sueca.

A general view of the of the 2010 Nobel Prize ceremony at the Concert Hall in StockholmEsta investigação foi iniciada na década de 70, onde marcaram as bases para os potentes programas de computação que são utilizados para criar modelos multiscale de sistemas químicos complexos. “Os modelos de computador são o espelho da vida real, tornaram-se cruciais para a maioria dos avanços na química hoje” afirmou a Fundação Nobel através de um comunicado.

Um dos aportes mais importantes da investigação dos cientistas, é que este permite a união do trabalho da física clássica e a física quântica, o que antigamente não era possível, tinha que ser escolhida uma área ou outra.

O prémio Nobel de Química, é de oito milhões de coroas suecas, aproximadamente 922 mil euros. Este foi o terceiro anúncio da academia, precedido pela Medicina e física, na segunda e terça-feira passada respetivamente.

A celebração dos prémios está marcada para o dia dez de dezembro em Estocolmo, a coincidir com o aniversário da morte de Alfred Nobel.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor